22.7 C
Vitória
quarta-feira, 29 junho 2022

América Latina: cresce o número de evangélicos e dos ‘sem religião’

Foto: Reprodução

Segundo o ‘Relatório Latinobarômetro de 2021’, o número de evangélicos cresce principalmente no Brasil, Bolívia e Colômbia, e somam 19,7% na América Latina

Por Victor Rodrigues 

A América Latina viu recuar o número dos que se dizem ligados à Igreja Católica e um salto dos que se declaram evangélicos.

Segundo os dados de pesquisa do instituto Latinobarómetro, o crescimento evangélico é puxado, em grande parte, pelo Brasil. 

A pesquisa divulgada mostra a queda do catolicismo na América Latina e o crescimento dos ‘sem religião’ que chega a se aproximar do número de evangélicos.

Em 1995 os católicos somavam 80%, agora são 56% e os que se declaram evangélicos passaram de 3,5% para 19,7% segundo dados de pesquisa do instituto Latinobarómetro.

Por outro lado, também cresce o número dos que dizem não ter religião. Antes, eram menos de 5% da população latino-americana; agora, são quase 16%.

Pluralização religiosa

Ao comentar sobre o assunto, o historiador Andrew Chesnut, da Universidade de Virginia Commonwealth, nos EUA, explica que o cenário novo se dá pela pluralização do campo religioso.

“Cada dia mais se elege a fé e menos se herda da família; é um mercado livre, no qual a pessoa escolhe entre as opções que parecem mais adequadas e que respondem às suas necessidades espirituais e materiais”, disse o historiador. 

Da mesma forma, o estudo mostra que o crescimento dos evangélicos se dá em países como o Brasil, Bolívia e Colômbia, enquanto que no Chile o crescimento é dos sem religião que já são um terço da população. O México segue sendo o reduto do catolicismo na região. 

*Com informações da Folha de São Paulo 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se