17.7 C
Vitória
quarta-feira, 5 agosto, 2020

Ameaçada e deserdada por amor a Cristo

Leia também

PIB contraiu 11,2% no 2º trimestre de 2020

Em relação ao segundo trimestre de 2019, a queda na atividade econômica apontada pelo IAE foi de 11,7%

Esperamos que agosto seja o pico da covid-19 nas Américas, diz Jarbas Barbosa

Durante a coletiva, o diretor-assistente da Opas comentou o fato de que o padrão de transmissão da doença na América Latina tem se mostrado distinto da Europa

Brasil: Prefeitos se unem em campanha de combate à covid-19

Iniciativa é da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que negociou com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorização especial para veicular comunicação sobre a doença em jornais, sites, rádios e na TV durante toda a pandemia

No Oriente Médio, a cultura masculina predomina. Nessa realidade, qualquer mulher que se decida por Cristo é vista como desonra para a família e digna de ataques

Uma cristã de origem muçulmana, cuja identidade não pode ser revelada, arriscou tudo para manter sua fé em Cristo e, agora, ajuda outras mulheres. Em entrevista à Portas Abertas, Aizah revelou os desafios de mostrar sua fé em um ambiente tão fechado ao evangelho, como os países do Oriente Médio. Saiba mais sobre esta história, e ore juntamente conosco por esta irmã.

“Se você é uma mulher nascida em uma família muçulmana e você se torna uma seguidora de Jesus, então você envergonha seu pai, seu irmão e toda a família. Eles vão lhe dizer que você é uma infiel, que você traz vergonha”, conta Aizah. Quando era adolescente, Aizah conheceu uma cristã: “Eu gostava muito dela. Eu vi que ela era boa, e não entendia porque ela não era muçulmana. Eu tentei evangelizá-la, transformá-la em muçulmana”, revelou. Mas, então, algo aconteceu: Aizah acabou se apaixonando pela Bíblia.

Quando Aizah contou a seu pai sobre sua conversão a Cristo, ele disse: “Você vai perder tudo. Você perderá sua mãe, seu irmão e irmã e ninguém falará com você”. No dia seguinte, o pai de Aizah confiscou seu carro. Aos seus olhos, Aizah havia sofrido uma lavagem cerebral. “Ele ordenou que eu ficasse em casa por dez dias e não teria contato com os cristãos. Ele esperava que eu voltasse ao islã”, contou Aizah.

Durante esse período, ela não podia comer com a família. Ninguém falava com ela. Mas apesar dos esforços de seu pai, Aizah não desistiu da fé, então, sua família a deserdou. “Eu fui à igreja e quando voltei para casa, minha mãe disse que meu pai poderia me matar. Então, eu saí com apenas as coisas que eu poderia colocar na minha mochila”, relembrou a cristã.

Mesmo quando nos falta ânimo, disposição e fé é possível é possível voltar-se ao primeiro amor

Socorro para outras mulheres

Aizah encontrou refúgio com outros cristãos. Agora, a jovem é parceira da Portas Abertas e oferece apoio a mulheres que, como ela, enfrentam perseguição por causa de sua fé e gênero. Aizah explicou: “Quando as mulheres são expulsas de casa, elas perdem a honra. Elas não têm escudo protetor, nem pai ou irmão para defendê-las. Em nossa cultura, as pessoas acham que uma mulher como essa merece ser atacada”.

“Eu nunca tinha ouvido falar de nenhuma outra organização que tenha dito que vai trabalhar para mulheres. Isso é muito ousado. Vivemos em uma cultura masculina. Mas a Portas Abertas está dizendo que luta ao lado das mulheres”, contou a cristã. A visão da Portas Abertas é que toda mulher que é perseguida por sua fé e gênero deve ser vista, valorizada e empoderada para alcançar seu potencial dado por Deus. Continue orando por Aizah e por todas as cristãs que enfrentam perseguição e preconceito.

*Com informações de Portas Abertas


Leia mais

Fé e esperança de um menino de 7 anos
Como defender sua fé

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Helena Tannure e Alda Célia no Congresso Vitoriosas

É a terceira edição do evento, que é voltado para mulheres. O tema do Congresso Vitoriosas 2020 será Transformadas. Saiba mais! 

Lagoinha abre curso Linhas de ensino; Saiba mais!

As aulas das turmas do primeiro módulo do Curso Linha de ensino se iniciam a partir de 17 de agosto. Saiba mais!

Fórum literário: O absurdo, a esperança e mais além

Realizado desde 2016, o Fórum literário é um curso para peregrinar nos caminhos da arte e da fé cristã. Evento, que será online, começa hoje, 27. Saiba mais aqui! 

Marcha pra Jesus é cancelada em São Paulo

Por causa do coronavírus a prefeitura de São Paulo cancelou a Marcha para Jesus. O maior evento cristão do mundo ocorreria em 02 de novembro deste ano

Plugue-se

Amanda de Sá feat Sanderson Moraes “Nossa bandeira”

Nossa bandeira é o terceiro lançamento da artista pela Sony music desde que venceu o festival de Música Eagle, edição ES, em setembro do ano passado

Faces da perseguição: o preço de viver pela fé

Viver pela fé em meio a perseguição. Na séria faces da perseguição, mostra a história do pastor Jean Marc, que enviou a família para um esconderijo no Congo, mas ficou na República centro-africana por causa da igreja. Saiba mais!

Max Weber: Economia e religião estão interligadas?

No livro "A ética protestante e o espírito do capitalismo", o sociólogo alemão, Max Weber, se debruça em um estudo minucioso sobre as religiões e o sistema econômico do século XX

Vida após a morte em “O Céu é de Verdade”

"O Céu é de verdade" foi sucesso de bilheteria nos Estados Unidos, conta a história de uma criança que visita o paraíso em uma experiência de “quase morte”