27.6 C
Vitória
quinta-feira, 25 fevereiro 2021

Amar! O grande mandamento

Mais Artigos

A batalha é real

A batalha é dura e constante, precisamos estar com a armadura e sermos guerreiros obedientes a Deus

Os sinais cada vez mais evidentes da volta de Jesus

Você está pronto para a surpreendente volta de Cristo? Para alguns será uma armadilha e para outros o cumprimento da promessa de Deus

‘Boi de Piranha’ do sistema político

Daniel Silveira foi esse boi de piranha do nosso sistema político. Ficamos acreditando que fizeram uma injustiça, quando, na verdade, o que Bolsonaro queria...

“Respondeu-lhe Jesus: amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 22: 37 a 39).

Por Clovis Rosa Nery

O Mestre ensina que o amor é o termômetro das relações, a nível vertical (Homem/Deus) & horizontal (Homem/homem), constituindo-se no primeiro grande mandamento, e também no segundo. Amando o Pai Celestial, nossas relações são saudáveis, inclusive com o próximo, não havendo espaço para comportamentos mesquinhos, porque sintonizados na fonte de amor exalamos amor.

Baseados no texto, sucintamente, examinaremos três questões importantes: a primeira é que pensar que ama a Deus e não amar o próximo, solidarizando-se com ele, é um comportamento equivocado, gerador de presunção e orgulho espiritual. Jesus reprovou essa postura nos fariseus. Pedantes, eles subjugavam e maltratavam o próximo em nome de seu suposto “amor” a Deus.

Segunda, amar o próximo, mesmo estendendo-lhe a mão em momentos de adversidades, e não amar a Deus, reverenciando-O como doador e sustentador da vida, Senhor e Salvador de nossas almas, gera desesperança. Esse é o problema de muitas pessoas.

A terceira é que o amor ao próximo deve ser proporcional ao amor a si mesmo. Isso é difícil para esta geração ansiosa, vitima do próprio desatino, embriagada no universo virtual, emocionalmente fragilizada com seus problemas potencializados pelo distanciamento social.

Assertivamente, diz Barth: “Deus é totalmente o outro”. Buber, com muita propriedade, ensina que o Tu Eterno está continuamente diante de nós por meio do tu humano. Por isso, o nosso próximo deve ser amado como pessoa (tu), e não tratado como coisa (isso). As coisas existem para serem usadas, e as pessoas amadas. A inversão dessa ordem é a raiz de todos os males que Paulo fala em 1 Timóteo 6:10, porque é-nos impossível amar a Deus e às riquezas, simultaneamente (Mateus 6:24).

No ato de perceber o outro, sempre haverá algo de mim; então, se eu não me amar o bastante, não amarei o suficiente nem Deus, nem o próximo. Contudo, ainda é possível se amar, mesmo num ambiente estimulador de subjetividades. Como para quase tudo há um processo com estágios a cumprir, até alcançá-lo, primeiramente, a pessoa precisa se conhecer um pouco mais, e aprender a se aceitar. Com isso, ela melhorará a autoestima.

Segundo, com a compreensão de que ninguém é perfeito, exercer a paciência, não exigindo demais de si, nem de outros, respeitando as limitações, o que é fundamental. No terceiro momento, ela entenderá que “somos seres em construção”, e que enquanto existir vida haverá a possibilidade de crescermos, especialmente no amor, pois todos estamos conectados num processo de desenvolvimento.

Em síntese, com o autoconhecimento o amor ganhará espaço. A paz de espírito será parte de um viver feliz, confiante num futuro melhor, apesar das adversidades. Crises existenciais poderão ser contornadas, porque haverá a certeza de que há um Deus maior do que nossos problemas, em quem espelhamos, a quem amamos, e que cuida de nós como cuidamos de nosso próximo.

Assim, nascerá a convicção de que o ser é mais importante do que o ter e que, como parte da ampla realidade, em tudo o Altíssimo tem um propósito que se realiza conforme Seus desígnios.

Havendo amor, mesmo com a pandemia, o ano de 2021 sinalizará esperança, porque poderemos descansar no Senhor.

Clovis Rosa Nery é Psicólogo e escritor

- Publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Irmão Lázaro está internado em estado grave com covid-19

Vereador de Salvador (BA), Irmão Lázaro foi deputado federal pela Bahia, por 4 anos e tem 36 anos de carreira na música gospel. Saiba mais!

Culto com mais de duas mil pessoas em Curitiba (PR) é interrompido

O culto denominado "Noite de Abraão", da Igreja Mundial, foi interrompido na noite desta quarta-feira, 24, pela polícia por conta da aglomeração de pessoas. Saiba mais!

República Dominicana proclamada “Nação de Deus”

O objetivo é elevar a fé da população da República Dominicana em meio à catástrofe provocada pela pandemia, que deixou mais de 3 mil mortos no território. Saiba mais!

Itália: Deslizamento em cemitério lança 200 caixões ao mar

Causa do acidente está relacionada à erosão da falésia, que acabou sendo intensificada pelas tempestades que atingem a Itália. Saiba mais!

Entrevistas

A força das missões transculturais

Conheça a Adventist Frontier Missions (AFM), um lugar para você servir as missões transculturais enquanto vê o mundo pelos olhos de Deus. Saiba mais!

Pastor Antônio Júnior: simplicidade ao explicar a Bíblia

Com 14 milhões de seguidores em todas as redes sociais, Pastor Antônio Júnior é o dono do maior canal de pregação do mundo no Youtube. Saiba mais!

Ilma Cunha: depressão e ansiedade na pandemia

Já viu como tem gente deprimida e ansiosa à nossa volta? As doenças da alma ganharam força total nesta pandemia. Confira a entrevista!

Entrevista com o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande

“O melhor dos cenários para 2021 é com vacina” "O melhor dos cenários para 2021 é com vacina” Por Luciene Araujo “Vamos andar mais rapidamente que o...