22 C
Vitória
quinta-feira, 6 maio 2021

Fome na Venezuela atinge alunos das escolas primárias

Crise econômica que assola a Venezuela há seis anos esvaziou o sistema escolar. Nas escolas primárias, alunos chegam a desmaiar de fome

Na Venezuela, a crise afeta educação. Em algumas, os alunos chegam a desmaiar de fome. É o caso da escola primária de Boca de Uchire, que se transformou em algo regular. Muitos alunos vão para as aulas sem ter tomado café da manhã ou jantado na noite anterior.

Segundo reportagem de O Globo, muitos professores mudaram para o exterior. Mudou de profissão ou mesmo decidiu se aventurar nos garimpos ilegais. Alunos, por sua vez, deixam o colégio para ajudar os pais, por não ter dinheiro para a passagem ou mesmo por não ter forças.

Na porta da escola, é comum perguntarem se há merenda antes de decidirem se assistirão à aula. “Não é possível educar pessoas esqueléticas e famintas”, disse Maira Marín, professora e líder sindical da cidade.

Foto: Adriana Fernandez/ New York Times

Crise e regime ditatorial
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se