27.1 C
Vitória
terça-feira, 16 abril 2024

Alckmin: governo vai defender substituição tributária

Cinco impostos serão substituídos por um Imposto de Valor Agregado (IVA) dual - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A medida visa o combate à sonegação de impostos

Por Redação [Agência Estado]

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, afirmou nesta quarta-feira, 14, que o governo vai defender a manutenção do regime de substituição tributária durante a tramitação no Congresso da reforma do sistema de cobrança de impostos no País. O modelo transfere para o início da cadeia produtiva, ou seja, para o produtor, o recolhimento de impostos das demais fases até o consumidor final.

A medida ajuda no combate à sonegação. Pela reforma, cinco impostos serão substituídos por um Imposto de Valor Agregado (IVA) dual.

De acordo com Alckmin, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ouviu de empresários do setor varejista com quem se reuniu nesta quarta uma preocupação em manter o regime de substituição na reforma tributária.

- Continua após a publicidade -

“O relator incluiu a manutenção da substituição tributária no seu trabalho e o governo vai defender”, disse o vice-presidente a jornalistas no Palácio do Planalto. “É sempre ouvir, ter diálogo, para a gente poder avançar”, acrescentou, sobre a interlocução com empresários.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -