19.9 C
Vitória
quarta-feira, 25 maio 2022

Afeganistão: o novo líder no ranking da perseguição mundial

Foto: Reprodução

Em segundo lugar, está a Coreia do Norte. No entanto, a violência contra os cristãos não diminuiu, pelo contrário, aumentou

Por Patricia Scott 

O Afeganistão ocupa o topo da Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2022, divulgada pela Missão Portas Abertas, substituindo a Coreia do Norte, que permaneceu em primeiro lugar por duas décadas. O país, localizado na Ásia Central, majoritariamente muçulmano, ocupou a 2ª posição no ranking de 2018 a 2021. 

A violência contra cristãos no Afeganistão aumentou ainda mais desde a tomada do Talibã, em agosto de 2021. A Coreia do Norte, agora, aparece em segundo lugar na listagem. No entanto, a perseguição religiosa, não diminuiu. Pelo contrário, ela permanece em altos níveis. No terceiro e quarto lugares, estão a Somália e a Líbia. 

“A ascensão do Afeganistão ao topo da Lista Mundial da Perseguição é profundamente preocupante”, diz Marco Cruz, secretário-geral da Portas Abertas Brasil. Desde 2007, o Afeganistão está no Top 10 do ranking da LMP. No entanto, desde 2011 está entre os cinco primeiros países onde seguir a Jesus pode custar a vida. Por isso, Portas Abertas monitora o país, já que a pequena comunidade cristã é muito vulnerável.

Coreia do Norte, segundo lugar na LMP – Foto: Portas Abertas

De acordo com ele, a queda da Coreia do Norte não significa que a violência contra cristãos diminuiu no país. “É bom deixar claro que a Coreia do Norte continua com uma perseguição ao cristão em níveis extremos, mas o cenário atual do Afeganistão, fez com que os dois países se igualassem em violência, intolerância e perseguição aos cristãos”, explica Cruz.

Países que lideram o ranking
1 – Afeganistão
2 – Coreia do Norte
3 – Somália
4 – Líbia
5 – Yêmen
6 – Eritreia
7 – Nigéria
8 – Paquistão
9 – Irã
10 – Índia

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se