Advogado cristão ameaçado de morte no Paquistão

Foto: Reprodução

Saif-ul Malook, que defendeu a cristã Asia Bibi, sofre ameaças de extremistas hindus do Paquistão, onde começou a defender mais um caso, semelhante ao de Asia Bibi

A saga da cristã Asia Bibi, no Paquistão, pode ter encerrado, mas não para o seu advogado, Saif-ul Malook, que ao longo de quase 10 anos lhe defendeu das falsas acusações sobre “blasfêmia” que resultaram em prisão e condenação à morte por enforcamento.

Asia Bibi hoje vive no Canadá junto ao marido e cinco filhos. Quem a defendeu o extremismo da República Islâmica do Paquistão foi o advogado Saif-ul Malook. E atualmente ele está recebendo ameaças de morte, assim como os juízes da Suprema Corte do Paquistão, que inocentaram Asia Bibi das acusações, livrando-a da morte por enforcamento.

“Combater os casos de blasfêmia no Paquistão é colocar em risco a vida de alguém e de suas famílias”, disse o advogado. Ele explicou que apesar das ameaças, não deixará de defender pessoas que foram presas e condenadas pelo extremismo islâmico em seu país.

Saif-ul Malook defende outra mulher cristã, que foi posta na mesma cela em que Asia Bibi ficou por vários anos. Para o advogado, no entanto, isso aumenta o seu desejo de agir em prol da inocente.

“Isso me deu coragem para pegar o caso de Shaghufta Kausar, presa recentemente, outra mulher cristã no corredor da morte por acusações de blasfêmia. Garanto-lhe que pretendo continuar minha missão de prestar assistência jurídica a todas as vítimas de blasfêmia, mesmo no futuro, independentemente da ameaça à minha vida”, completou o advogado.

Como resultado da sua atuação corajosa em prol da liberdade religiosa dos cristãos no Paquistão, Saif-ul Malook recebeu uma premiação do presidente-executivo da National Secular Society, Stephen Evans, por sua determinação. “Saif-ul Malook mostrou coragem que poucos de nós seriam capazes, ao decidir defender Asia Bibi”, disse Evans.

*Com informações de Premier


Leia mais

Mesmo libertada, Asia Bibi continua no Paquistão
Asia Bibi é libertada e sairá do Paquistão