back to top
26.9 C
Vitória
quarta-feira, 29 maio 2024

Adolescência, é tempo de namorar?

Foto: Reprodução

É um grande desafio para o adolescente entender que é preciso esperar e enquanto aguarda, nessa fase da vida, cresce e floresce em outras

Por Patricia Scott 

A adolescência é marcada pela transição entre a infância e a fase adulta. É um período de muitas descobertas, como também os conflitos emocionais e psicológicos.
Lidar com as questões amorosas gera medos e angústias, além de dúvidas. Afinal, o adolescente é intenso. Encontrar o equilíbrio, para eles, não é uma tarefa nada fácil.

Desse modo, em entrevista à Comunhão, a escritora Queren Ane destaca o relacionamento amoroso dentro do contexto adolescente com o intuito de os pais. Ela autora do livro “Meu Sol de Primavera”, pela Mundo Cristão, e coautora do “Corajosa”, da mesma editora. Ambos voltados para esse público com o intuito de aproximá-lo das verdades de Cristo.

Existe uma idade ideal para o adolescente começar a namorar? Por quê?
Como cristãos, acreditamos que o namoro é um compromisso sério com a intenção de casamento. Então, não apoiamos o namoro recreativo. Portanto, a idade ideal é quando o jovem tem maturidade e responsabilidade de encarar um relacionamento amoroso.

- Continua após a publicidade -

O que o adolescente busca em uma relação amorosa?
Essa é uma pergunta difícil de ser respondida porque não posso generalizar. Nem todo adolescente vai buscar a mesma coisa em uma relação. Mas o que vejo muito é a busca pelo afeto. Muitos se sentem solitários, querem satisfazer carências, desejos sexuais, passar o tempo, e até mesmo se validar por ter um namorado ou uma namorada como se fosse uma espécie de troféu. E esses propósitos são contrários ao que a Palavra de Deus nos ensina.

Adolescência, é tempo de namorar?
Foto: Divulgação

À luz da Bíblia, quais ensinamentos principais sobre relacionamento amoroso o adolescente precisa compreender?
Que o namoro não é um passatempo ou algo com o que posso saciar carências e desejos carnais. Que o coração do outro precisa de cuidado tanto quanto o dele. Que o outro não é objeto que ele pode usar para saciar desejos e descartar quando não serve mais.

É preciso entender que namoro é uma estrada que conduz ao casamento. Namoro é para pessoas que aprenderam a ser amar e que são felizes sozinhas, porque descobriram que são completas em Deus. Então, namoro é lugar de pessoas maduras e completas que se encontram para continuar trilhando uma jornada de vida, só que juntas.

Na adolescência, o jovem tem a consciência quanto à diferença entre amor e paixão? Por quê?
É muito comum que os dois sejam confundidos. Na adolescência, eles sentem a vida de maneira muito intensa. Há a imaturidade natural da idade, as mudanças, o pensamento sendo formado, o caráter, as inconsequências das escolhas, a pressa de crescer e ser adulto, de realizar os desejos, a autoafirmação. Todo esse momento intenso e complexo, contribui para que o adolescente confunda emoções passageiras com sentimentos duradouros. O que ele sente nessa fase da vida parece eterno e, então, é comum que ele confunda paixão com amor. Por isso, é muito fundamental que o adolescente tenha conselheiros empáticos e maduros que o ajudem a trilhar esse caminho da juventude.

Qual o significado do primeiro relacionamento amoroso para o adolescente?
Depende do que o adolescente busca no relacionamento. Geralmente o primeiro namoro tem um peso enorme e é marcante por ser a primeira experiência.

Na fase da adolescência, há um desafio comum dentro da descoberta do primeiro amor? Por quê?
Os desafios de entender os próprios sentimentos, diferenciar paixão de amor, e o desejo viver de esse ‘amor’. Por ser uma fase intensa, as emoções ficam afloradas e muitas vezes o adolescente não sabe o que fazer com elas. Logo o caminho mais fácil é concretizar esse sentimento que ponderar sobre ele ou até mesmo deixá-lo ir.

Como cristãos, cremos em uma vida guiada pelo Espírito Santo e não por nossas paixões ou emoções. Emoções passam e paixões morrem, mas as consequências de escolhas erradas permanecem. Na busca desenfreada pelo amor, muitos adolescentes carregam arrependimentos, mágoas, decepções e feridas causados por romances vividos fora do tempo ideal. Alguns até desacreditam do namoro, logo do casamento por conta de experiências ruins.

Como explicar ao adolescente sobre a importância da espera?
Em Eclesiastes 3, temos o princípio da espera e do tempo certo para cada coisa na vida. É um grande desafio para o adolescente entender que é preciso esperar e que enquanto ele aguarda, nessa fase da vida, cresce e floresce em outras. Ele caminha mais intimamente com o Senhor, ele cria laços de amizades, ele aprende a se conhecer melhor, a se amar, a amar os outros, ele amadurece, cresce, projeta o futuro profissional. A espera não deve ser vista pelo adolescente como um peso, mas sim como uma dádiva. Viver cada momento da no tempo certo é uma bênção.

 

 

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -