20.6 C
Vitória
quarta-feira, 8 julho, 2020

Adiamento das Olimpíadas: Ruim para uns, bom para outros

Mais lidas

OMS: Pandemia está acelerando e ainda não atingimos o pico

Apenas no último fim de semana foram registrados mais de 400 mil novos casos da covid-19

Presidente Jair Bolsonaro está com covid-19

Chefe do Executivo havia feito exames ainda na segunda-feira e aguardava os resultados

Pandemia pode afetar a comunhão e a espiritualidade

Pesquisa revela que cultos on line estão impulsionando ainda mais a pregação do Evangelho e que pastores relacionam a pandemia como um sinal do...

Ministérios defendem venda de refinarias após Congresso pedir bloqueio

Pastas da Economia e de Minas e Energia emitiram nota. Saiba mais! 

Quem estiver punido por doping e tiver cumprido a sua sentença até o período classificatório, estará apto a competir na Olimpíada do ano que vem

A corrida olímpica de várias modalidades pode sofrer alterações por conta do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021. A Agência Mundial Antidoping (Wada) informou que, quem estiver punido por doping e cumprir a sentença até o período classificatório estará apto a competir nos Jogos de Tóquio.

Ou seja, atletas que estariam suspensos durante os Jogos deste ano, poderão voltar a brigar por uma vaga, caso consigam retornar a tempo de disputar competições pré-olímpicas.

No esporte brasileiro, um caso emblemático é o da Rafaela Silva, campeã olímpica e mundial. Suspensa até agosto de 2021, a judoca tenta encurtar a sua pena em seis meses, o que a deixaria apta a brigar por vaga em Tóquio. Ela testou positivo para a substância fenoterol, que age como broncodilatador.

De acordo com a Wada, os períodos de inelegibilidade impostos pelo Código Mundial Antidopagem são por períodos específicos e incluem todas as competições que ocorrem durante esse período. Não há nenhuma disposição no Código para escolher períodos de tempo nos quais o atleta teria mais ou menos eventos para competir.

Quem também poderia retornar à corrida olímpica é Andressa de Morais, do atletismo. Suspensa preventivamente pela Unidade de Integridade do Atletismo por testar positivo para o anabolizante SARM S-22 na final do lançamento do disco dos Jogos Pan-Americanos de Lima.

No ciclismo, Kácio Freitas é outro nome que pode retornar ao cenário olímpico por conta do adiamento dos Jogos de Tóquio. Bronze por equipes nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, ele também está suspenso preventivamente por ter testado positivo na mesma competição e ainda não tem previsão de retorno às pistas.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

Ator TC Stallings relata como conheceu Jesus em documentário

O filme vem após TC Stallings perder sua mãe e avó neste ano. Ele dedicou o documentário à sua mãe que morreu em 15...

Tito e Gabriella e Casa Worship cantam “Máscaras”

Música já está disponível em todas as plataformas de streaming. Tito e Gabriella e Casa Worship gravaram a música ao vivo em Goiânia

“Bíblia de Estudo Swindoll”: mais compreensão e curiosidades

Além de facilitar a compreensão, a "Bíblia de Estudo Swindoll" traz curiosidades sobre o livro mais vendido do mundo

Ungido de Deus: o goleiro gigante na defesa

Um dos maiores pegadores de pênaltis do futebol brasileiro, o goleiro Fábio Maciel, conta o segredo do sucesso em campo. Confira!