23.3 C
Vitória
domingo, 14 abril 2024

AD celebra 112 anos com reconstituição da chegada dos fundadores ao Pará

Pastores representam os missionários suecos fundadores da AD - Foto: Reprodução

A tradicional encenação, que acontecerá na Escadinha do Porto de Belém, neste sábado (17), deve reunir cerca de 35 mil pessoas   

Por Patricia Scott 

A Assembleia de Deus está comemorando 112 anos. E para celebrar ocorrerá a tradicional reconstituição com a chegada dos missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, fundadores da Assembleia de Deus no Pará e no Brasil, neste sábado (17), às 9 horas, na Escadinha do Porto de Belém.

A expectativa é que o evento atraia 35 mil pessoas, que assistirão à encenação com pessoas vestidas em trajes de época do século XX. No mesmo dia, à noite, acontecerá, no Centenário Centro de Convenções, a grande festividade pelo aniversário da denominação.

“A Assembleia de Deus é a maior igreja pentecostal do Brasil. É uma igreja que hoje corresponde, em média, a pouco mais da metade dos evangélicos do Brasil”, ressaltou, em vídeo, Philipe Câmara, pastor do Templo Central da Assembleia de Deus em Belém, acrescentando que “o maior legado no que diz respeito a nossa cidade é que nasceu aqui em Belém do Pará. Essa igreja que está no Brasil todo, teve início em 18 de junho de 1911, em Belém do Pará, fruto do chamado de dois missionários suecos, que vieram dos Estados Unidos para Belém”.

- Continua após a publicidade -
AD celebra 112 anos com reconstituição da chegada dos fundadores ao Pará
Representação dos missionários suecos chegando ao Porto de Belém – Foto: Reprodução

A programação dos 112 anos teve início no dia 4 de junho, com um encontro de fiéis em mais de 600 templos da Assembleia de Deus pelo Brasil e ao redor mundo para a cópia manuscrita da Bíblia pelos evangélicos a próprio punho por cinco minutos. São 31.104 páginas da Bíblia escrita.

Em Belém, há 542 templos da denominação. São aproximadamente 140 mil membros. No Brasil, em torno de 53% a 54% dos evangélicos frequentam a Assembleia de Deus.

Para o pastor Philipe Câmara, a denominação “é um fenômeno. Não há hoje no mundo notícias de nenhuma igreja evangélica que tenha crescido no ritmo e na expressão do que cresceu a Assembleia de Deus no Brasil”.

Vale salientar que Daniel Berg e Gunnar Vingren receberam uma visão de Deus sobre o Pará. Eles não conseguiam localizar nenhum país com esse nome. Por isso, foram à biblioteca e descobriram que Pará era um estado brasileiro. “Acho que o maior legado, fora o evangelístico, é o missionário para a nossa região. É dizer que a igreja mais capilarizada do planeta, a maior igreja pentecostal do mundo, nasceu em Belém do Pará”, destaca o líder da do Templo Sede da AD em Belém.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -