back to top
27.9 C
Vitória
sábado, 22 junho 2024

A velha e a nova gerações de pastores: intercâmbio de ideias fortalece a Igreja

Episódio Arival Cast. Foto: Reprodução YouTube Arival Cast.
Episódio Arival Cast. Foto: Reprodução YouTube Arival Cast.

Em podcast no youtube, o experiente pastor Arival Dias e o jovem pastor Raphael Abdalla falaram sobre chamado, vocação, ministério e desafios

Por Victor Rodrigues

O pastor Arival Dias Casemiro, da Igreja Presbiteriana de Pinheiros, em São Paulo, recebeu o jovem pastor Raphael Abdalla, da Primeira Igreja Batista em Guarapari, no Espírito Santo, para um episódio do “Arival Cast”, transmitido no Youtube. Na conversa, as duas gerações de pastores compartilharam experiências, trocaram ideias e falaram sobre assuntos como chamado, vocação e ministério.

Raphael conta que o chamado dele ao ministério foi irresistível. De acordo com o pastor, ele foi chamado por Deus, enquanto cursava Direito na Universidade Federal do Espírito Santo. Assim, ele dividia o tempo entre trabalho, estudos e seminário, antes de assumir a obra de forma integral. 

“Ser pastor é uma vocação, é um chamado de Deus ao qual não tem como resistir, é um compromisso de vida (…) O ministério é uma vocação integral. Ainda que alguns dos nossos colegas precisem exercer outras profissões, isso não tira a integralidade do ministério”, comenta Abdalla. 

- Continua após a publicidade -

Arival reconheceu que, no início da caminhada como pastor, enfrentou algumas dificuldades, entre vida profissional e ministerial, mas que, em Deus, conseguiu superar as dificuldades. “Após me entregar ao ministério, Deus me honrou, e experimentei o versículo ‘Busquem, pois, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês”, completa Arival. 

Raphael conta que já pregou em quase todos os estados do Brasil, exceto dois. Ele vê muitos leigos com trabalhos maravilhosos, mas muitos acadêmicos profícuos que não conseguem emplacar resultados no ministério.  

“Não estou dizendo que não devemos estudar, mas o ministério traz elementos que nenhuma academia é capaz de trazer. Cabe a cada um de nós fazer entender que o seminário tem que ter gente que é pastor, e muito bem realizado no ministério. Dessa forma, podemos nutrir no coração das pessoas que o ministério é uma bênção”, completa. 

Para  Arival, existe uma responsabilidade nas gerações mais experientes.

“Biblicamente falando, nós temos que passar a tocha da fé para as novas gerações. Temos o trabalho de discipular as novas gerações, colocar essa turma no campo, para que elas possam falar de Jesus e ter experiências com Deus. O que eu vejo em Atos 2 é que lá se fala de jovens e velhos sonhando juntos, e que o Espírito Santo viria sobre toda a carne”, complementa o pastor Arival.

Durante a conversa, Abdalla destaca que, aos 16 anos, integrou o corpo de diaconato da igreja; aos 18, a liderança dos diáconos; e, aos 23, o ministério pastoral. Ele reconhece a importância do intercâmbio de gerações. “Nenhuma igreja prospera sem a bênção dos seus anciãos. A ideia não é uma guerra geracional, a ideia é uma experiência intergeracional”, ressalta.  

Assista “A Nova Geração de Pastores”!

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -