27.9 C
Vitória
domingo, 28 fevereiro 2021

9,7% das varejistas relataram que isolamento social impactou a receita em outubro

A perda de potência do auxílio emergencial está relacionada à redução do valor de R$ 600 para R$ 300 a partir de setembro

Por Daniela Amorim (AE)

Em outubro, a pandemia de covid-19 e as medidas de isolamento social adotadas para impedir a disseminação do vírus impactaram a receita de 9,7% do total de empresas que prestaram informações à Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Entre as empresas que deram alguma justificativa para a queda da receita em outubro, apenas 2,4% citaram o coronavírus como principal causa. Esse número vem diminuindo mês a mês, observou Cristiano Santos, analista da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE.

“Mais de 80% das empresas relataram variação positiva nas vendas em outubro. Antes as variações positivas estavam muito concentradas nas vendas das grandes empresas. As pequenas empresas agora começaram a ter variação positiva mais distribuída”, ressaltou Santos.

O pesquisador lembra que o varejo vem batendo níveis recordes de vendas há três meses seguidos. “O crédito para pessoas físicas teve expansão nos últimos meses. Estamos com a taxa de juros no piso histórico, então isso é o que de certa forma rebate na PMC. Essa expansão do crédito é um dos principais fatores. A questão do auxílio emergencial também aparece, mas com menos intensidade Ainda é uma influência positiva”, afirmou Santos.

A perda de potência do auxílio emergencial está relacionada à redução do valor de R$ 600 para R$ 300 a partir de setembro. “O crédito compensou a redução do auxílio em outubro. Certamente nos meses anteriores o auxílio tinha um peso maior (no aumento das vendas)”, disse Santos.

No entanto, a renda extra ainda aumenta o poder de compra das famílias. Segundo Santos, dados da Pnad Covid, também do IBGE, mostram que cerca de 30% dos domicílios brasileiros receberam em outubro metade do valor do auxílio que receberam em setembro, mas o rendimento médio efetivo ainda ficou 3% acima do rendimento médio habitual.

Para ele, o que impediu uma alta maior no volume de vendas do comércio varejista foi a inflação de alimentos, que prejudica o desempenho dos supermercados. A atividade de supermercados teve uma elevação de 2,7% na receita nominal de vendas em outubro ante setembro. Quando descontada a inflação de alimentos, o volume vendido subiu apenas 0,6%.

O pesquisador do IBGE lembrou ainda que o cenário de volume recorde de vendas não alcança todas as atividades investigadas. Há um desequilíbrio no ritmo de recuperação desde o baque provocado pela pandemia de covid-19. “Esse crescimento se dá em termos desiguais. É um momento muito favorável na média do varejo e muito favorável para algumas atividades, mas não é favorável para outras atividades”, ponderou Cristiano Santos.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Fed: pandemia cria desafios dentro e fora do setor bancário, diz Michelle Bowman

Durante discurso virtual nesta terça-feira em evento da American Bankers Association, ela notou que o setor teve de fazer adaptações para continuar a atender...

Pandemia é mais um fator para aumentar o estresse no trânsito

Para quem trabalha ao volante, o olhar precisa ser mais cuidadoso. Saiba mais!

Faculdades públicas e particulares vão manter ensino remoto no 1º semestre

Entre os motivos estão a boa aceitação do ensino a distância, incertezas sobre a quarentena e a necessidade de avanço maior na vacinação Por Júlia...

Impacto Esperança é transferido para outubro

Campanha anual seria realizado em maio, mas por conta do aumento de medidas contra o coronavírus, foi transferido para 30 de outubro. Saiba mais!

Goiânia: igreja pode ser considerado serviço essencial

Projeto de Lei está nas mãos do Prefeito da cidade que pode sancionar ou vetá-lo. Saiba mais!

Reino Unido anuncia quarentena em hotéis a partir de fevereiro

A medida será implementada a partir de 15 de fevereiro e tem o objetivo de evitar que as novas variantes do vírus cheguem ao país. Saiba mais!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Voluntariado no exterior para jovens universitários; Saiba mais!

Organização IYF abre inscrições de voluntariado no exterior para jovens universitários A Organização International Youth Fellowship- IYF(comunhão internacional de jovens), é uma organização com base...

Franklin Graham no Brasil para o “Esperança Rio 2021”

Lançamento do "Esperança Rio 2021" será em Maio e em dezembro a ação evangelística, que terá participação do evangelista Franklin Graham. Saiba mais!

Deive Leonardo ministra em São Paulo fim de semana

O evangelista Deive Leonardo retorna com suas apresentações na capital Paulista nesta sexta-feira, 19 e neste sábado, em Barueri (SP). Saiba mais!

Começou a 23ª edição da Consciência Cristã; Saiba mais!

Consciência Cristã inicia hoje e reúne evangélicos para debater educação, fé, ciência e justiça social. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Natthália Gonçalves e sua admiração pelas histórias bíblicas

A atriz mirim, Natthália Gonçalves interpreta a personagem Chaya, na novela Gênesis, que é exibida pela TV Record

Deive Leonardo grava primeira série do ano em Florianópolis

Com o tema "Alvorecer", a primeira série gravada de Deive Leonardo promete levar a esperança de um recomeço e de um novo dia. Evento acontece no próximo sábado, 27. Saiba mais!

Cantora Amanda Wanessa sai da UTI

Pelas redes sociais, o marido da cantora, Dobson Santos contou que Amanda Wanessa foi transferida para o quarto: “o milagre está cada vez mais perto”, declarou. Saiba mais!

Deive Leonardo vai se apresentar em Brasília e Goiânia

O evangelista se apresenta na próxima terça-feira, 16, em Brasília e em Goiânia, prometendo trazer importantes reflexões para o público. Saiba mais!