20 C
Vitória
terça-feira, 24 novembro 2020

8,073 milhões de pessoas estavam em trabalho remoto em setembro, diz IBGE

Leia também

País quer elevar comércio com a Índia, diz Guedes

"Nossos olhos brilham como vemos acordos como o da Ásia, que integram toda a região", afirmou o ministro da economia

PF faz ‘maior operação do ano’ contra o tráfico

Durante as investigações, que começaram em 2017, foram apreendidas 50 toneladas de cocaína nos portos do Brasil, da Europa e da África

Bolsonaro lamenta alta de preços de alimentos

O presidente ressaltou que sem medidas do governo federal, como a ajuda para pequena empresas e o auxílio emergencial

Os empregadores, 9,4% trabalhavam de forma remota em setembro, e apenas 5,0% dos trabalhadores por conta própria estavam em trabalho remoto

Por Daniela Amorim (AE)

O País tinha 8,073 milhões de pessoas trabalhando de forma remota em setembro, 303 mil a menos que em agosto, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19) mensal divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em setembro, os maiores porcentuais de trabalhadores remotos estavam no setor público: militares e servidores estatutários (27,7%), empregado do setor público com carteira assinada (21,8%) e empregado do setor público sem carteira assinada (19,9%). No setor privado, 9,6% dos trabalhadores com carteira assinada atuavam remotamente, enquanto 7,3% dos sem carteira trabalhavam nessa condição.

Entre os empregadores, 9,4% trabalhavam de forma remota em setembro, e apenas 5,0% dos trabalhadores por conta própria estavam em trabalho remoto.

A Região Norte foi a que apresentou o menor porcentual de pessoas ocupadas trabalhando remotamente (4,3%), enquanto a Região Sudeste foi a que apresentou a maior proporção (13,5%).

Entre as mulheres que trabalhavam, 14,7% atuavam remotamente, enquanto entre esses homens esse porcentual era de 7,5%.

O trabalho remoto alcançava apenas 0,4% dos ocupados que cursaram até o fundamental incompleto. Entre os que tinham ensino médio incompleto, apenas 1,0% trabalhava remotamente. Por outro lado, entre os ocupados com nível superior completo ou pós-graduação, 32,3% estavam trabalhando remotamente.

“Essa relação entre escolaridade e trabalho remoto foi observada em todas as regiões, com destaque para o Sudeste, onde 37,5% das pessoas com nível superior completo ou pós-graduação estavam nesta condição. Mas entre maio e setembro, em todos os grupos, a proporção de pessoas trabalhando remotamente diminuiu”, apontou o IBGE.

Horas trabalhadas

Também segundo a pesquisa do IBGE, a retomada gradual das atividades econômicas e flexibilização das medidas de isolamento social fizeram crescer o número de horas efetivamente trabalhadas pelos brasileiros em setembro em todas as Grandes Regiões do País.

O número médio de horas efetivamente trabalhadas em agosto foi de 34,1 horas semanais, ante 40,1 horas habituais. Em setembro, foram trabalhadas 35,1 horas semanais, ante as 40,1 horas habituais.

A maior diferença em setembro entre as horas habituais e efetivas foi na região Nordeste (5,4 horas de diferença), enquanto a menor era a da região Centro-Oeste (4,5 horas de diferença).

As mulheres trabalharam 6,0 horas a menos que o habitual, e os homens registraram uma diferença de 4,2 horas.

No Brasil, 19,6% das pessoas ocupadas e não afastadas do trabalho atuaram efetivamente menos horas que as habituais em setembro, o equivalente a 15,2 milhões nessa situação.

Para 3,1 milhões de trabalhadores, o número de horas efetivamente trabalhadas foi maior que as habituais, 4,0% das pessoas ocupadas e não afastadas.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Abate de bovinos cai 10,8% no 3º trimestre

A produção de 2,02 milhão de toneladas de carcaças bovinas no terceiro trimestre de 2020 consistiu em uma retração de 8,0%

Inflação de alimentos traz impacto negativo, diz IBGE

As vendas do varejo também tiveram um impulso positivo do crédito, com a redução dos juros aos níveis mínimos

Conab: produção de grãos na safra 2020/21 deve ser recorde

A produção de soja deve alcançar 134,95 milhões de toneladas, confirmando o País como o maior produtor mundial da oleaginosa

Estoque de produtos agrícolas totaliza 52,9 milhões

No primeiro semestre de 2020, a capacidade disponível para armazenamento no Brasil foi de 176,5 milhões de toneladas

Produção industrial cresce em 11 de 15 locais

Em São Paulo, o nível de produção está 4,4% acima do patamar de fevereiro, antes da pandemia se abater sobre a economia

IBGE revisa PIB de 2018; alta passa de 1,3% para 1,8%

O consumo das famílias cresceu 2,3% em 2018 ante 2017. Já a despesa de consumo final do governo cresceu 4,9% em termos nominais

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 

Conferência pastoral Fidelidade Extrema

Realizado pela Associação Evangelística Billy Graham, a Conferência começou hoje, 13 e vai até amanhã. Saiba mais!

A esperança não decepciona! Live DIP 2021 é hoje

A Missão Portas Abertas fará Live de lançamento do DIP 2021, hoje, às 19 horas para dar detalhes sobre o Domingo da igreja Perseguida. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Deive Leonardo grava última série do ano: Confira!

Gravação será no dia 12 de dezembro, em São José do Rio Preto (SP). Saiba mais!

Bíblia 365! Leitura em um ano da Palavra de Deus

Editora Mundo Cristão lança "Bíblia 365", diagramada especialmente para a leitura em um ano Acaba de chegar ao Brasil a Bíblia 365, lançamento da Editora...

Leonardo Gonçalves e seu “Sentido”

Projeto reúne canções que marcaram os primeiros 20 anos da vida do artista e ainda homenageia músicos que o ajudaram em sua formação e carreira musical

“Força pra encarar”, em prol da consciência negra

Os cantores Leidy Murilho, Talita Barreto e Asaph, da Sony Music se uniram pra cantar uma canção em prol da consciência negra