21.8 C
Vitória
sexta-feira, 3 julho, 2020

Estudo aponta que 70% dos brasileiros se automedicam

Mais lidas

Flexibilização do isolamento pode ter levado 1,1 milhão de volta ao trabalho

Segundo a Pnad Covid, pesquisa divulgada pelo IBGE, de 7 a 13 de junho, a taxa de desemprego no País estava em 12,4%, ante 11,8% na semana anterior

Bolsonaro sanciona lei que torna obrigatório o uso de máscara

Medida foi publicada hoje no Diário Oficial da União. Saiba mais! 

Desigualdades e baixo aprendizado são os maiores desafios na educação

Relatório do Inep aponta desafios para cumprir metas do PNE. Saiba mais! 

Bolsonaro escolhe Renato Feder como novo ministro da Educação

A expectativa é que o anúncio seja feito ainda nesta sexta-feira (3). Saiba mais!

Evitar ir ao pronto-socorro por considerá-lo um ambiente cheio e não considerar a opinião do médico importante para sintomas de saúde estão entre as principais causas apresentadas pelos brasileiros para automedicar-se, segundo pesquisa do Instituto de Ciência Tecnologia e Qualidade (ICTQ) .

O levantamento mostra que 72% da população toma remédio por conta própria e 40% faz autodiagnóstico usando a internet. A primeira edição do estudo foi feita em 2014, quando o índice de automedicação era de 76,4%. Em 2016, foram ouvidas 2.340 pessoas em 16 cidades e, apesar da queda, o dado sobre autodiagnóstico foi considerado preocupante.

Segundo a neurologista do Hospital Metropolitano Soo Yang Lee, é preciso estar atento aos riscos da automedicação. Remédios contra a enxaqueca à base da substância ergotamina, por exemplo, podem ser adquiridos livremente nos balcões das farmácias, uma vez que não é necessário apresentar receita médica para a compra. “Com essa facilidade, há quem exagere, o que é um perigo para a saúde.

A ingestão regular desses analgésicos também pode provocar uma doença conhecida como cefaleia crônica diária por abuso de analgésicos, que é cada vez mais comum nos dias de hoje e muito difícil de tratar. Nesse quadro, ocorre a perda do efeito dos remédios no organismo, e a pessoa passa a viver mais tempo com a dor de cabeça do que sem ela.”

Cuidados redobrados na gravidez

A situação ideal seria aquela em que a mulher grávida não recebesse nenhum medicamento durante toda a gestação. Muitas vezes, a gravidez é acompanhada por distúrbios ou enfermidades que exigem terapia. O médico deve então avaliar a relação benefício-risco e decidir. No caso de necessidade, a regra é consumir os produtos com informações de uso na gestação na literatura, utilizando sempre a menor dosagem e durante o menor período possível.

Medicamentos não devem ser ingeridos nesse período sem acompanhamento de especialista. Isso é válido para todo e qualquer remédio e qualquer forma de uso, inclusive aqueles ditos isentos de efeitos indesejados e contraindicações, como, chás de plantas medicinais, fitoterápicos, produtos naturais e homeopáticos.  Vale lembrar que os aplicados sobre a pele também podem ser absorvidos, passando para a corrente sanguínea e desta para o feto.

É importante também descartar a possibilidade de a mulher estar grávida antes de iniciar o uso de medicamentos. Com frequência, grávidas adolescentes desconhecem seu estado ou escondem a situação, utilizando nessa fase inicial, a mais crítica, medicamentos que podem causar sérios danos ao feto.

Medicamentos são responsáveis por 30% de intoxicações

Entre todos os países da América Latina, o Brasil tem uma das populações que apresentam maior tendência a comprar medicamentos sem consultar o médico. E são eles os responsáveis por mais de 30% das intoxicações humanas no país. Essa prática não é correta e há a necessidade de procurar a orientação de um profissional da saúde para iniciar o uso de remédios.

 

 

Matéria anterior O talento da Banda GDC
Próxima MatériaNa Estrada com Regis Daneses
- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

Juliano Son canta “Nada mudou”, do EP Tudo Novo

Canção é o quinto e último single do projeto musical Tudo Novo, de Juliano Son

Kemuel e o fenômeno da música “Algo Novo”

Com quase cinco milhões de vies no Youtube, "Algo Novo", tem impactado a vida de muita gente e diversos testemunhos de cura 

“Quando o sol se põe” estreia dia 22, na Netflix

Filme é uma boa opção para todas as pessoas, independente da religião. Entre os atores de “Quando o Sol se Põe” estão a cantora Priscilla Alcantara, Lu Alone, Filipe Lancaster e Lito Atalaia

Denzel Washington e seu encontro sobrenatural com o Espírito Santo

O ator é bem conhecido por interpretar o papel de Malcolm X - um filme biográfico relacionado às atuais tensões raciais nos Estados Unidos e o Livro de Eli