back to top
26.9 C
Vitória
quarta-feira, 29 maio 2024

7 desafios para as mães no mercado de trabalho

Foto: FreePik

Segundo estudo, entre 247 mil mães analisadas, 50% enfrentaram demissão após aproximadamente dois anos da licença-maternidade

Por Patricia Scott 

Quase metade das mulheres que usa a licença-maternidade se afasta do mercado de trabalho após 24 meses, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas. Uma tendência que se mantém até cerca de 47 meses depois.

O estudo revelou que, entre 247 mil mães analisadas, 50% enfrentaram demissão após aproximadamente dois anos da licença-maternidade. É relevante observar que, conforme a Lei 14.020, as mulheres têm direito à estabilidade no emprego desde a confirmação da gravidez até 5 meses após o parto.

Esses dados sublinham a disparidade existente no mercado de trabalho quanto ao tratamento dado às mulheres que se tornam mães em comparação aos homens que se tornam pais. É imprescindível ressaltar que, apesar do cenário observado na prática, as responsabilidades parentais devem ser compartilhadas de forma equitativa e respeitadas pelas organizações.

- Continua após a publicidade -

“É um equívoco pensar que ser mãe diminui a capacidade profissional de uma mulher. Pelo contrário, a maternidade traz consigo uma série de habilidades valiosas, como organização, resiliência e capacidade de multitarefa, sendo extremamente relevantes no ambiente corporativo”, ressalta Jhenyffer Coutinho, a CEO da Plure, HRtech de recursos humanos especialista em conectar empresas a mulheres.

E importante reconhecer o impacto mental e emocional que as mães passam ao enfrentar barreiras para conciliar as responsabilidades familiares e profissionais. “A pressão para se adequar a padrões inatingíveis de produtividade e disponibilidade muitas vezes resulta em estresse, ansiedade e sentimentos de inadequação”, comenta a psicanalista Ana Tomazelli, presidente do Ipefem (Instituto de Pesquisa de Estudos do Feminino e das Existências Múltiplas).

Ela ressalta também que as mães que desejam trabalhar e contribuir para o sustento da família não deveriam enfrentar penalidades ou restrições devido à sua condição parental. “É fundamental que as empresas e instituições adotem políticas inclusivas que reconheçam e valorizem a maternidade, garantindo igualdade de oportunidades e tratamento justo para todas as mulheres, independentemente do estado civil ou da parentalidade”.

7 desafios enfrentados pelas mães no mercado de trabalho

• Desigualdade salarial

• Falta de licença-maternidade adequada

• Falta de flexibilidade

• Estresse e culpa

• Acesso limitado a oportunidades de desenvolvimento profissional

• Dupla jornada

• Julgamento e pressão social

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -