back to top
27.7 C
Vitória
terça-feira, 21 maio 2024

5 princípios para a boa comunicação no casamento

Foto: Reprodução

O diálogo implica em falar com amor e ouvir com empatia para compreender e ser compreendido 

Por Patricia Scott 

O casamento é uma instituição firmada por Deus, que requer dedicação e compromisso por ambos. Diante de muitas questões importantes, que permeiam o relacionamento a dois, os desafios são muitos.

Um deles é a comunicação. A palavra é derivada do termo latino “communicare”, que significa “partilhar, participar algo, tornar comum”. No entanto, é fundamental que a mensagem seja transmitida de maneira que o cônjuge entenda.

Desse modo, o diálogo implica ainda em falar e ouvir, compreender e ser compreendido. Entretanto, toda a comunicação crescerá na medida em que houver oração, intercessão e súplica, um pelo outro, conforme Provérbios 17.9 – NTLH. 

- Continua após a publicidade -

“Uma comunicação aberta e honesta é a base para um relacionamento forte e duradouro. Os casais devem se esforçar para ouvir ativamente um ao outro e expressar os sentimentos e as necessidades sem julgamento”, salienta o pastor Cláudio Duarte, presidente do Conselho de Ministros do Estado do Rio de Janeiro (COMERJ). 

5 princípios importantes para boa comunicação no casamento

Escute em amor (Tiago 1.19)

Esteja pronto para ouvir. Não interrompa a conversão, nem desvie o olhar. Preste atenção às palavras do cônjuge por inteiro. Não atenda ao celular. Desligue a televisão ou o computador. Se estiver discordando, não faça careta nem balance a cabeça.

Fale a verdade em amor (Efésios 4.15)

Não exagere nem diminua, seja sincero. No entanto, fale com graça, sabedoria e amor. A maneira como se diz as coisas é tão importante quanto o que se diz. Tudo o que falar deve estar aprovado, sendo dirigido pelo Espírito Santo. Com utilize do pretexto da sinceridade para colocar pra fora amargura e carnalidade. Isso é falsa sinceridade, que destrói o relacionamento.

Utilize palavras edificantes (Efésios 4.29)

Não deixe para amanhã o que pode e deve falar hoje. Não vá dormir sem estar em paz com seu cônjuge (Efésios 4.26). No entanto, pense e ore antes de falar. Lembre-se: tão importante quanto falar é como e o que falar. Seja cuidadoso com as palavras, para que haja restauração.

Seja tardio em falar (Provérbios 15.23)

Pense e ore antes de falar. Não seja apressado nem haja por impulso. Dê uma resposta adequada. É importante se colocar no lugar do outro, sendo empático e misericordioso. 

Discordar, sem desrespeitar (Efésios 4.31)

É possível discordar do cônjuge sem ser desrespeitoso. As Sagradas Escrituras não proíbem a discordância de pensamentos. No entanto, a diferença não pode ser maior do que o amor. O respeito é o “freio”, que impede o cônjuge de fazer ou dizer coisas desagradáveis ao outro. 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -