25.5 C
Vitória
sábado, 13 abril 2024

5 dicas para melhorar a gestão da igreja

Foto: Reprodução

Administrar uma comunidade de fé é uma atividade complexa e cheia de desafios, que requer dedicação e comprometimento

Por Patricia Scott

Toda instituição precisa de organização e planejamento. Assim, a igreja também precisa de iniciativas consistentes para que haja crescimento e um funcionamento eficiente.

Para que uma igreja seja bem administrada é necessário dedicação e comprometimento. Até porque as comunidades de fé têm ficado cada vez mais com um número maior de membros, como também com múltiplos trabalhos, o que acarreta em muitas demandas. Então, investir em gestão significa funcionamento saudável para o cumprimento da missão.

Confira 5 dicas que melhoram a eficiência da gestão eclesiástica

Mobilize voluntários
O voluntariado ajuda a aumentar o alcance de projetos e atingir objetivos. Quando bem engajados, eles vão contribuir com a missão da igreja e ajudar a levar a Palavra de Deus a um número maior de pessoas.

- Continua após a publicidade -

Contrate, se necessário
Nem sempre é possível ter conhecimento sobre todas as áreas. Então, é importante contar com profissionais com habilidades específicas que possam auxiliar com, por exemplo, o contador. É fundamental ter o suporte de um profissional para auxiliar a não cometer nenhum deslize na hora de fazer a contabilidade da igreja.

Faça cadastro de membros
Uma das melhores dicas para a gestão da igreja é manter um cadastro de membros atualizado. Isso vai ajudar a formatar melhor os projetos, fazer o planejamento financeiro e verificar o crescimento da instituição.

Realize prestação de contas
Cuidar das finanças de uma igreja é uma grande responsabilidade. Quem doa, quer ver o destino do dinheiro. Nesse sentido, é esperado que as doações recebidas, os gastos e a destinação dos recursos sejam muito bem controlados e aplicados, garantindo transparência e segurança no processo.

Faça um planejamento anual
Faça o planejamento anual dos projetos, tendo como base o plano estratégico da igreja. Por outro lado, o ideal é que as metas sejam revistas a cada três ou seis meses para reavaliar as prioridades. O objetivo deve ser sempre o de buscar o crescimento e fortalecimento da comunidade, aumentando o alcance e as ações sociais.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -