back to top
22.1 C
Vitória
segunda-feira, 15 DE julho DE 2024

5 dicas para jovens da Geração Z terem segurança em entrevista de emprego

Foto: Reprodução

Muitos jovem estão dependentes dos pais, além de terem dificuldades de interações interpessoais, por isso demonstram insegurança no processo seletivo   

Por Patricia Scott 

Uma pesquisa recente revelou um fato no mínimo curioso entre os jovens da Geração Z, nascidos entre 1995 e 2010: aproximadamente 20% desses jovens têm levado os pais para entrevistas de emprego. Essa prática foi identificada em um estudo da Intelligent, que entrevistou 800 empregadores nos Estados Unidos. Assim, ficou constatado que é cada vez mais comum ver pais acompanhando os filhos em processos seletivos.

“Essa tendência pode ser atribuída a vários fatores. Primeiro, muitos jovens da gen-Z têm uma relação próxima e dependente de seus pais, que frequentemente desempenham um papel ativo em suas vidas educacionais e profissionais”, explica Anderson Santos de Jesus, psicólogo do Núcleo de Apoio Psicológico e Psicopedagógico da Faculdade Santa Marcelina.

Além disso, segundo o especialista, o mercado de trabalho pode parecer intimidante para eles, e a presença dos pais proporciona um senso de segurança e apoio emocional. Anderson pontua ainda que “alguns jovens podem não ter desenvolvido plenamente as habilidades de independência e autoconfiança devido ao ambiente altamente protetor em que cresceram”.

- Continua após a publicidade -

De acordo com o psicólogo a principal característica da Geração Z é a estreita relação com a tecnologia. Isto porque eles cresceram em um mundo digitalizado, com acesso constante à internet e dispositivos móveis. “São adeptos das redes sociais e da comunicação rápida e virtual, o que molda sua visão de mundo e suas interações”.

Sendo assim, Anderson observa que como essa geração está muito ligada à tecnologia acaba tendo dificuldade de interação com as pessoas. Por isso, a geração Z pode se sentir mais confortável interagindo virtualmente do que face a face, o que pode resultar em ansiedade social ou falta de habilidades de comunicação interpessoal.

“A interação constante através de telas pode limitar suas oportunidades de desenvolver habilidades sociais robustas necessárias para situações presenciais, como entrevistas de emprego”, conclui o psicólogo.

5 dicas para jovens da Geração Z terem segurança em entrevista de emprego

Controle a respiração
A respiração tem influência no controle dos ânimos e auxilia você a ficar mais tranquilo. Inspire e expire lentamente e repita este processo três vezes, até surtir o efeito calmante.

Prepare-se com antecedência
Pesquise sobre a empresa e a vaga para a qual está se candidatando. Conhecer bem o ambiente e as expectativas podem aumentar sua confiança e diminuir a ansiedade.

Pratique entrevistas simuladas
Peça a um amigo ou mentor para fazer uma simulação de entrevista com você. Isso pode ajudá-lo a se familiarizar com o formato e as perguntas comuns, tornando o processo real menos intimidador.

Visualize o sucesso
Antes da entrevista, passe alguns minutos visualizando-se respondendo às perguntas com confiança e clareza. A visualização positiva pode melhorar seu desempenho real.

Desenvolva uma rotina de autoconfiança
Encontre atividades ou rituais que o ajudem a se sentir seguro e confiante. Pode ser ouvir uma música inspiradora, fazer uma leitura motivacional ou praticar exercícios de postura que reforçam sua confiança.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -