23 C
Vitória
quinta-feira, 9 julho, 2020

Governo estuda fazer enquete sobre o fim do horário de verão

Mais lidas

São Paulo centraliza rastreamento de casos de coronavírus

Nova estratégia de monitoramento teve início na segunda-feira

Sancionada lei que prioriza testes para profissionais essenciais

Esses trabalhadores deverão ser tratados e orientados. Saiba mais!

CNI: acordo traz segurança a comércio exterior de produtos brasileiros

CNI comemorou ratificação do Protocolo de Nagoia. Saiba mais!

Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender

Inscrições este ano, até o momento, chegam a 1,5 milhão de pessoas. Saiba mais!

Estudos mostraram que o horário de verão não proporciona mais economia de energia como antigamente devido à mudança de hábitos do consumidor.

O horário de verão pode acabar este ano. Uma enquete nas redes sociais pode ser a maneira de o Governo Federal verificar a opinião da população. Porém, a decisão final será da Presidência da República.

Estudos mostraram que o horário de verão não proporciona economia de energia. Por isso, o Ministério de Minas e Energia (MME) decidiu encaminhar a questão para instâncias superiores. A enquete é uma forma de minimizar a polêmica com simpatizantes e detratores do horário de verão.

Segundo informações do Estadão, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, evitou dar um posicionamento prévio. O presidente Michel Temer é quem vai bater o martelo sobre a questão. Se vigorar neste ano, o horário de verão começa em 15 de outubro e termina em 17 de fevereiro.

Desde junho, o MME já havia constatado que adotar esse horário não promove mais a economia de energia como antes. Isso se deve às mudanças nos hábitos do consumidor e ao avanço da tecnologia. Autoridades do setor elétrico atribuíram a manutenção nos últimos anos a “questões culturais”.

Os estudos dão conta de que não é mais a incidência de sol que influencia os hábitos, mas a temperatura. A popularização dos aparelhos de ar-condicionado é uma das principais razões dessa mudança. Os picos de consumo são registrados atualmente entre o fim da manhã e início da tarde, por causa do calor.

De acordo com dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o horário de ponta ocorre entre 14h e 15h, e não mais entre 17h e 20h. No passado, o horário de maior consumo de energia era registrado entre 17h e 20h.

Em 2016, o horário de verão durou 126 dias e gerou uma economia de R$ 159,5 milhões ao sistema. O custo é considerado irrelevante para o setor. A primeira vez que o País o adotou foi em 1931. Desde 1985, ele foi aplicado todos os anos.

 

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Show drive-in do 3 Palavrinhas esse mês; Saiba mais!

O grupo infantil 3 palavrinhas vai se apresentar na Arena Sessions, no estádio Allianz Parque, em São Paulo dia 19 de julho Atenção criançada! O...

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Plugue-se

Bíblia em áudio com inteligência artificial por aplicativo

Como outros aplicativos de meditação populares, o aplicativo Soultime, quando aberto, reproduz sons da natureza, como vento e canto dos pássaros.

Foi só um susto! Samuel, da dupla Daniel e Samuel se recupera bem

Samuel, que sofreu um infarto nesta segunda-feira, 7, segue internado na UTI de um hospital de Anápolis (GO) para monitoramento médico

“Cristo em você”: Como a mudança de Deus vive através de milagres

 Filme até destaca como Deus trabalha nas nações europeias seculares.

Ator TC Stallings relata como conheceu Jesus em documentário

O filme vem após TC Stallings perder sua mãe e avó neste ano. Ele dedicou o documentário à sua mãe que morreu em 15...