24 C
Vitória
terça-feira, 7 abril, 2020

Muçulmana visita Biblioteca Billy Graham e se converte ao Evangelho

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

PIB da China deve ter no 1º trimestre a primeira queda em 40 anos, diz estudo

O Produto Interno Bruto (PIB) da China deverá registrar no primeiro trimestre a sua primeira queda em quarenta anos, mostra o estudo "Perspectivas do Desenvolvimento Econômico Chinês pós-Covid-19 e impactos para a economia brasileira"

Plataforma Inteligente no combate ao coronavírus no ES

O Centro de Comando e Controle para Ações e Prevenção ao Coronavírus no Estado do Espírito Santo lançou uma Plataforma Inteligente contra a Covid-19. Saiba mais!

Rainha Elizabeth II: “dias melhores virão”

Em 68 anos de reinado este foi o quinto discurso realizado por Elizabeth II, que destacou o esforço dos profissionais do sistema público de saúde na luta contra o covid-19

Igrejas de Cuba terão espaço na televisão nacional

Os evangélicos cubanos de diferentes denominações haviam compartilhado através das redes sociais um pedido dirigido ao Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT) , para incluir conteúdo cristão em sua programação regular.

A visita de uma família à Biblioteca Billy Graham foi marcada por duas conversões, incluindo a de uma mulher muçulmana, que foi ao local para compreender que é Jesus.

A história começa com a visita da adolescente Elizabeth, de 15 anos, à biblioteca inaugurada em 2007, em Charlotte, no estado da Carolina do Norte (EUA). Para a ocasião, ela preparou um desenho que reproduz o prédio da biblioteca e a grande cruz em uma das paredes, característica principal do edifício.

A família da jovem desenhista chegou ao local, e Elizabeth apresentou a imagem aos funcionários da biblioteca, antes de fazerem o tour indicado a quem visita o espaço. Apesar de ter apenas 10 anos de existência, a Biblioteca Billy Graham reúne livros e documentos que registram o ministério do veterano evangelista, e recebeu três ex-presidentes dos Estados Unidos na cerimônia de inauguração.

Durante o passeio pelos espaços da biblioteca, a jovem Elizabeth conheceu mais sobre a história do evangelista e assistiu a vídeos de pregações de Billy Graham. Percebendo que, apesar de ter sido criada em um lar cristão, ela nunca havia vivido a fé de forma verdadeira, disse ter sentido um toque especial de Deus.

Encorajada, ela e a família foram à sala de oração do espaço e foram recebidos por um dos voluntários do local, Jim. Elizabeth afirmou que queria entregar sua vida a Jesus Cristo, e Jim a conduziu na oração de conversão.

Descoberta de Jesus

Entretanto, uma muçulmana que visitava o local discretamente, acompanhou à distância o tour da família de Elizabeth pela biblioteca, assim como também, viu os vídeos das pregações do evangelista BIlly Graham.

Quando a família se dirigiu à sala de oração, a mulher muçulmana recuou, e preferiu ficar do lado de fora. Ela foi abordada por outra voluntária da biblioteca, chamada Beth, de 70 anos, a quem confidenciou que estava ali com um único propósito: descobrir quem é Jesus.

Durante a conversa, a mulher revelou que se chamava Amy e que foi criada em um país onde os cristãos são rejeitados e perseguidos, sendo que muitos terminam assassinados por não aceitarem abandonar a fé em Jesus.

Amy decidiu não revelar seu país de origem, mas Beth entendeu que aquela era uma oportunidade de fazer um apelo, e convidou a muçulmana a entregar sua vida a Jesus. Ouvindo as palavras da voluntária, Amy decidiu que, depois de tudo que havia descoberto durante aquela visita, estava diante de uma oportunidade única para mudar sua vida e se converteu ao Evangelho.

A conversão de duas pessoas em uma mesma tarde é apenas uma das histórias que a Biblioteca Billy Graham coleciona. Ao sair, a jovem Elizabeth comentou a experiência de sua visita, e sem saber da conversão de Amy, terminou por fazer um resumo que poderia, muito bem, ser a história do encontro da ex-muçulmana com Jesus.

“Minha visita à Biblioteca Billy Graham me fez entender mais a caminhada do pastor Graham. Muitas vidas e almas foram transformadas por causa de sua dedicação a Deus. A Biblioteca é o lugar onde as almas podem ser tocadas e salvas se elas vierem através da cruz”, disse Elizabeth, de acordo com informações do portal da biblioteca.

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Vencendo o medo é tema de campanha da SBB

Nesses tempos difíceis que o Brasil e o Mundo têm enfrentado, a Sociedade Bíblica do brasil quer levar Esperança às pessoas. Por isso, foi lançada a campanha de evangelização "Vencendo o Medo", com o objetivo de compartilhar a Palavra de Esperança.

Danilo Franco traz o pop pentecostal em “Confio em Deus”

Em tempos de isolamento social, a mensagem da canção "Confio em Deus", de Danilo Franco, pode fazer grande diferença na vida de milhares de pessoas. 

Serginho, do Roupa Nova, em projeto gospel

Conhecido por integrar um dos maiores grupos musicais do Brasil, o Roupa Nova, Serginho agora lança "releituras", um projeto com louvores consagrados do meio evangélico

“Me aproximei mais de Deus”, desabafa Yudi Tamashiro

Chorando muito, Yudi Tamashiro contou que a doença foi descoberta há dois meses. Mas só esta semana foi confirmado que o tumor é maligno. Então ele fez um desabafo.