Ataque em Igreja no Texas deixa 26 mortos e vários feridos

Primeira Igreja Batista em Sutherland Springs, no Texas, EUA. Local onde aconteceu a tragédia

Um tiroteio deixou 26 mortos e vários feridos neste domingo em uma igreja Batista, em Sutherland Springs, no Texas, EUA. Atirador morreu após perseguição da polícia.

Entre os mortos estão Annabelle Pomeroy, de 14 anos, filha do pastor da igreja Frank Pomeroy. Também estão uma mulher grávida e várias crianças. Mais de 20 pessoas fiaram feridas. O pastor não estava na igreja quando o tiroteio aconteceu. Para a Rede de notícias CNN, o pastor disse que “Annabelle era uma criança muito bonita e especial”.

Os evangélicos estavam reunidos durante o culto na Igreja. O ataque foi por volta das 11h30 (15h30, horário de Brasília). Um homem entrou armado e saiu atirando a esmo. Uma funcionária de um posto de combustível vizinho à igreja disse à TV CNN que ouviu cerca de 20 tiros disparados durante o culto.

O atirador chegou a fugir de carro, mas foi perseguido pelos policiais e acabou morto. Ainda não há informações sobre como ele morreu. Agentes Federais do FBI, a Polícia Federal Americana, estão investigando o caso.

Annabelle Pomeroy, de 14 anos, filha do pastor da Igreja Frank Pomeroy foi morta durante o tiroteio.
Feridos

Segundo um comunicado divulgado pelo Hospital Connally Memorial Medical Center, oito pessoas atendidas no local com ferimentos de bala. Quatro delas foram transferidas para o Hospital da Universidade de San Antonio em estado grave. Três foram tratados e liberados e um permanece internado.

Outros dois Hospitais da região receberam feridos, mas ainda não há informações sobre o estado de saúde dos pacientes.

A igreja Batista de Sutherland Springs, fica em um lugarejo próximo a San Antonio. É uma cidade rural, pequena, com apenas 362 habitantes. Um tipo de lugar onde todo mundo se conhece. A Igreja contava com cerca de 50 membros.

Suspeito

O atirador foi identificado como Devin Patrick Kelley, de New Braunfels, no Texas. Ele tinha cerca de 25 anos, com passado na Força Aérea. Segundo Freeman Martin, porta voz do Departamento de Segurança Pública do Texas, Kelley não parece estar associado a grupos terroristas. Disse também que foram analisados posts que o atirador pode ter feito em redes sociais antes do ataque de domingo.

As autoridades agora trabalham para identificar as vítimas e notificar as famílias.

Autoridades do EUA

O presidente dos EUA, Donald Trump, que está em viagem pela Ásia, usou o Twitter para comentar o caso: “Que Deus esteja com as pessoas de Sutherland Springs. Estou monitorando a situação aqui do Japão”.

O governador do Texas, Greg Abbott, também se pronunciou pela rede social: “Nossas orações estão com aqueles machucados por este ato maligno. Nossos agradecimentos aos agentes da lei por sua resposta”. Momentos depois ele anunciou que estava se dirigindo ao local para apoiar familiares das vítimas e a  as investigações.

A prefeita de Las Vegas, Carolyn G. Goodman, ofereceu ajuda à cidadezinha. Em outubro, um atirador matou 58 pessoas e deixou mais de 500 feridas durante um show de música country na cidade. “Com enorme tristeza e compaixão, Las Vegas fica ao seu lado de corações partidos e prontos para ajudar da maneira que pudermos”, disse.

Solidariedade

Pelas redes sociais, evangélicos de várias partes do mundo demonstraram solidariedade. No Brasil, igrejas criaram correntes de oração pelas famílias dos cristãos do Texas: “O momento é de nos unirmos em oração pelas famílias de nossos irmãos, vítimas desse massacre na igreja Batista. Nossos sentimentos e intercessão. Oremos”, declarou Patrícia Bezerra.


Leia também

Atirador de ataque em Igreja no Texas foi professor de estudos bíblicos
Tragédia no Texas – Pastor da Igreja destaca confiança em Deus
Pós tragédia no Texas – Igreja faz culto e Pastor diz que perdoa atirador