Vitória vai sediar Seminário Internacional de Teologia

“Vida, esperança e justiça” é o tema do Seminário Internacional de Teologia, que neste ano será realizado no Brasil entre 19 e 21 de setembro. 

O evento ocorrerá em Vitória e homenageará o alemão Jürgen Moltmann, um dos mais influentes estudiosos na área nos séculos XX e XXI e autor da teologia da esperança. O diretor geral da Faculdade Unida de Vitória, Wanderley Pereira da Rosa, fala sobre as expectativas em receber a programação.

Qual a importância do Seminário Internacional de Teologia?
O evento tem grande relevância no meio acadêmico, pois proporciona a troca de conhecimentos e incentiva a pesquisa. Possivelmente esta será a última oportunidade para estudantes, teólogos, pastores e pesquisadores assistirem a uma palestra com o Dr. Moltmann no Brasil, em virtude de sua idade avançada. A Faculdade Unida sente-se honrada em ter sido escolhida para sediar o evento e tem se empenhado para que este seja um marco histórico no país e um grande sucesso.

Como surgiu a ideia em homenagear o teólogo Jürgen Moltmann?
Em setembro do ano passado, recebi uma ligação do Dr. Levy da Costa Bastos, informando que o Dr. Moltmman havia demonstrado interesse em voltar ao Brasil. A visita, segundo palavras dele, seria para “despedida e comemoração de seu aniversário de 90 anos”. O seminário não estava previsto em nosso calendário, mas em virtude desse contato, não pudemos desperdiçar essa oportunidade.

Qual a contribuição de Jürgen Moltmann para a teologia?
Ele é um dos grandes teólogos contemporâneos. Mesmo  sendo europeu, foi um dos que mais entenderam a América Latina. Sua teologia da esperança brotou da experiência pessoal de uma quase morte, ainda jovem, durante a Segunda Guerra Mundial. Sensível para com as questões do mundo atual, ao longo de sua trajetória produziu um estudo amplamente comprometido com as questões dos direitos humanos, sempre inspirado por Jesus, que carrega sobre Si as marcas da vida, da esperança e da justiça.

Além do Dr. Moltmann, o evento contará com congressistas renomados. O senhor pode nos adiantar quem são?
O seminário será dividido em conferências, painéis temáticos e lançamento do primeiro volume da série “Cristianismo Mundial como Religião Pública”. Até o momento, confirmaram presença: Craig Barnes, que é doutor em História do Cristianismo pela Universidade de Chicago (EUA) e presidente do Seminário Teológico de Princeton; a Dra. Uta Andrée, diretora da Academia de Missão junto à Universidade de Hamburgo e pastora da Igreja Evangélica Luterana na Alemanha; Rudolf von Sinner, doutor em Teologia pela Universidade de Basileia, na Suíça, e professor na Escola Superior de Teologia em São Leopoldo/RS; e o Dr. Levy da Costa Bastos, diretor do Seminário Metodista César Dacorso Filho, no Rio de Janeiro.

Durante o seminário, estudantes poderão apresentar artigos ou pesquisas desenvolvidos recentemente. Como esses trabalhos serão selecionados?
Sim, como dito antes, essa é uma oportunidade para troca de experiências. Serão exibidos trabalhos acadêmicos em um dos cinco seminários temáticos. Os interessados em participar das apresentações orais deverão preencher um formulário eletrônico em nosso site e enviar o resumo até 12 de agosto. Aqueles que forem aprovados terão de submeter o artigo completo para o Comitê Científico, formado por representantes de diversas instituições de ensino, até o dia 6 de setembro. Esperamos receber muitas contribuições.

Qual o público-alvo do evento e a expectativa em número de participantes?
O evento é aberto a todos e concede descontos para estudantes. No último congresso promovido pela Faculdade Unida, houve representantes de 12 estados brasileiros, e é grande nossa expectativa para o seminário internacional. Temos recebido contatos de igrejas e universidades bastante interessadas. Alguns grupos já confirmaram a reserva. Estamos esperando aproximadamente 300 participantes.

Quem é Jürgen Moltmann:
Jürgen Moltmann é um dos principais teólogos dos séculos XX e XXI. Ele nasceu em 1926 em Hamburgo, na Alemanha. Lutou na Segunda Guerra, foi feito prisioneiro e levado para um campo de concentração no período de 1945 a 1948, na Inglaterra. Converteu-se a Cristo durante esses anos de prisão, que também o levaram a refletir sobre o sentido da vocação na fé em Jesus. Em 1948, voltou à Alemanha e foi estudar Teologia.

A partir de 1952, atuou como pastor da Igreja Luterana. Foi em 1964 que a “teologia da esperança” o torna conhecido como um dos grandes teólogos contemporâneos, na linha de Karl Barth e de Rudolf Bultmann. Nela, ele confirma a importância da escatologia na doutrina do Novo Testamento, não como crença em fatos concretos que devem acontecer nos finais dos tempos, mas como fator que modela toda a teologia cristã. Tal perspectiva é interpretada como promessa, como plataforma para a futura esperança. Dentre sua extensa obra se destacam os clássicos “O Deus Crucificado” (1972) e “O Futuro da Criação” (2011).

 

SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE TEOLOGIA
Data:
19 a 21 de setembro

Local: Rua Engenheiro Fábio Ruschi, 161, Bento Ferreira, Vitória/ES.
Inscrições: https://doity.com.br/seminario-internacional-de-teologia
Mais informações: (27) 3325-2071 / 0800 770 2071