Tonny Sabetta recebe homenagens

Tonny iniciou sua discografia com o vinil Tesouro de 1989. Sua obra ainda marca álbuns como "Teu Reino em Primeiro Lugar" (1997), "Louvor ao Senhor Jesus" (2000)

O cantor, que morreu aos 55 anos, já foi diretor da Line Records.

O cantor, compositor e produtor musical Tonny Sabetta morreu nesta terça-feira (26), vítima de um acidente vascular cerebral (AVC), aos 55 anos de idade. Segundo informações divulgadas por sua filha, Susi, o velório será hoje (27), no Velório da Vila Alpina, em São Paulo, às 21 horas.

Alguns amigos estão fazendo homenagens ao artista. Entre eles está o cantor Edilson Maia. Em sua página na Facebook ele postou uma música de Tonny e escreveu: “Uma pequena e singela homenagem ao um grande intérprete, compositor e produtor da nossa música gospel e acima de tudo amigo, que partiu hoje para a glória. Perdemos um baita intérprete aqui na terra, mas o céu ganha com esse grande talento para o grande coral. Deus conforte os familiares.”

Compositor que teve músicas gravadas por nomes como Ozéias de Paula (“Mais que Vencedor”) e Melissa (“Razão de Viver”), Tonny também chegou a ser diretor da gravadora carioca Line Records, e fez várias parcerias com o cantor e atual prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Tonny iniciou sua discografia com o vinil Tesouro de 1989. Sua obra ainda marca álbuns como “Teu Reino em Primeiro Lugar” (1997), “Louvor ao Senhor Jesus” (2000), “Filho Pródigo” (1994), “Filho Meu” (1993), “Não Sofra Assim” (1995) e “Aliança” (1996), maior parte disponibilizados em canais de streaming neste ano. Clamo a Ti foi seu registro mais recente, liberado em fevereiro.

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!