Terra Estéril!

Foto: Reprodução

Todo Dia de Finados, fazemos um programa evangelístico nos cemitérios de nossa cidade.

A ação chamada “Consolo para os que Choram”, a cada feriado de 2 de novembro, tem me surpreendido por dois motivos:

a) o aumento de “evangélicos” que vão ao cemitério pedir pelos mortos (sic!!!);

b) o alto índice de visitantes na faixa acima dos 60 anos.

Por isso, ano após ano, na nossa abordagem com uma mensagem de consolo às pessoas, nos surpreendemos com o nível de conhecimento bíblico delas. Na maior parte das vezes, eram elas quem nos consolavam, quem nos apresentavam razões para não chorar. Confesso que no princípio isso me deixou desnorteado. Fui preparado para pregar e, na maioria das aproximações, eu era quem ouvia.

Até que me deu um estalo: percebi que todo esse conhecimento era totalmente estéreo, infrutífero. Não produzia qualquer consequência na vida, exceto o fato de as pessoas repetirem textos bíblicos que nada representam ou têm qualquer sentido para elas. Observei a mais triste de todas as realidades, que finalmente “as corsas” não estão mais suspirando pelas correntes do Neguebe! Triste ver uma Igreja sem água viva!

José Ernesto Conti
fimdepapo@nxte.com.br


leia mais

Drama de Consciência

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!