Soldado cristão dá exemplo de fé em Deus

Foto: Facebook

Noah Galloway afirma que apesar de ter perdido os membros do corpo, ele não culpa a Deus pelo o que aconteceu.

Há 13 anos a vida do soldado norte americano, Noah Galloway mudou. Foi um dispositivo improvisado durante uma explosão do Iraque em 2005, que destruiu parte do corpo dele. Ele perdeu o braço esquerdo e a perna esquerda. Noah passou a lutar por sua recuperação.

O soldado tinha tudo para se frustar e cair na depressão. Mas ele não perdeu a fé. Passou por uma crise emocional, mas teve a vida restaurada. Noah virou um famoso atleta, autor e palestrante.

O acidente

Tudo aconteceu no Sudoeste de Bagdá, capital do Iraque. Noah estava em visita na cidade, no Triângulo da Morte, em dezembro de 2005, quando aconteceu explosão. O soldado resolveu se juntar aos colegas para uma missão. Foi o motorista do carro que levava os soldados.

No meio do caminho ele foi surpreendido por uma fiação escondida, que provocou uma explosão. “Foi uma bomba de beira de estrada grande o suficiente para que fez o carro voar longe. Eu não me lembro de nada. Eu me lembro de acordar no dia de Natal no hospital. Eu não tinha ideia da condição que eu estava”, contou.

Por conta do acidente, Galloway teve dois membros amputados. O emocional ficou abalado. Só vivia bebendo. Mas um dia começou a falar da sua história para as pessoas. Voltou a trabalhar. Sua vida passou a inspirar milhões de pessoas no mundo.

O soldado não culpa a Deus pelo o que aconteceu. “Eu tive pessoas desde cedo que me perguntaram se eu estava bravo ou com raiva de Deus. Mas, eu nunca tive”, disse.

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!