Novo secretário-executivo do MEC é do ES

A pasta estava sem secretário-executivo desde que Maria Helena Guimarães pediu exoneração e deixou o cargo em meados de maio.

O economista Haroldo Corrêa Rocha deixa o comando da Secretaria de Estado Educação (Sedu). Ele vai assumir a função de secretário executivo do Ministério da Educação (MEC). O anúncio foi realizado pelo governador Paulo Hartung na tarde desta quinta-feira (7). No lugar dele, entra o presidente do ES em Ação, Aridelmo Teixeira.

O novo secretário é professor e doutor em Controladoria e Contabilidade. Também é cofundador da Fundação Instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças (Fucape Business School).

O convite partiu do ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva. Haroldo Rocha é o terceiro secretário do Espírito Santo cedido para o governo federal para atuar como secretário-executivo em ministério. A economista Ana Paula Vescovi ocupa, atualmente, o cargo no Ministério da Fazenda e Márcio Felix, no Ministério de Minas e Energia.

Haroldo Rocha foi secretário de Estado da Educação entre 2007 e 2010. Em 2015, assumiu novamente a pasta. “Indo para o MEC eu dou mais um passo na realização do meu ‘Projeto de Vida’, como diria os estudantes da Escola Viva, que é contribuir para que o Brasil possa propiciar uma educação pública de alta qualidade para todos os brasileiros”, contou Haroldo.

Este é o terceiro nome do primeiro escalão do governo Hartung cedido a Brasília para ocupar uma secretaria-executiva. Na pasta da Educação assume o professor Aridelmo Teixeira. Ele já publicou vários artigos em periódicos Qualis/Capes e participou do desenvolvimento de 60 produtos tecnológicos.


Leia mais

Capixaba selecionada para programa de educação no EUA
Brasileiros estão insatisfeitos com a educação, diz pesquisa

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!