Rodrigo Maia é reeleito presidente Câmara

Rodrigo Maia (DEM-RJ) se emocionou ao ser reeleito presidente da Câmara dos Deputados. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Deputados eleitos em outubro tomaram posse nesta sexta.Pela primeira vez, um deputado vai comandar a Casa por 3 vezes seguidas.

Com 334 votos, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi reeleito presidente da Câmara dos Deputados em primeiro turno. O resultado foi bastante comemorado no plenário e Maia se emocionou. Essa é a terceira recondução de Maia, 48 anos, ao cargo. É a primeira vez na história que um parlamentar comanda a Câmara por três vezes seguidas.

Ao agradecer os votos, Maia disse que vai comandar a votação de reformas no país “de forma pactuada”, com integração de governadores, parlamentares e sociedade.

“A Câmara precisa de modernização. Na nossa relação com a sociedade, nos nossos instrumentos de trabalho, principalmente as novas ferramentas de comunicação, para que cada um de nós possa estar mais próximo do eleitor, do cidadão”, declarou.

Ele também defendeu reformas pactuadas. “Precisamos modernizar as leis, simplificá-las. E precisamos comandar as reformas de forma pactuada junto com todos os governadores, prefeitos e partidos políticos. Nada vai avançar se não trouxermos para o debate aqueles que estão sofrendo pela inviabilização do Estado.”

Conhecido como articulador e habilidoso em negociações com partidos de divergentes correntes ideológicas, Maia conseguiu atrair além da corrente majoritária, apoio de partidos de esquerda como PCdoB e PDT. “Meu perfil é de equilíbrio, capacidade de diálogo, de conversar com todas as correntes políticas e ideológicas. O Parlamento vai ser a Casa que vai trazer essa radicalização a um ponto de equilíbrio”, disse.

Trajetória

O parlamentar é deputado federal pelo Rio de Janeiro há seis legislaturas. Foi eleito para o primeiro mandato em 1998. Disputou a eleição para prefeito do Rio em 2012, tendo Clarissa Garotinho (PR-RJ) como vice, mas não foi eleito.

Maia também ocupou o cargo de secretário de Governo do Rio de Janeiro (1997-1998) e de secretário de Governo do Município do Rio de Janeiro (1996). Antes de chegar ao Democratas (DEM), foi filiado ao PFL e ao PTB. Assumiu a presidência nacional do DEM, partido que ajudou a criar, em 2007.

*Da Redação, Com informações das agências


Leia mais

Deputado Jean Wyllys desiste de mandato
Eleições 2018 – Renovação da Câmara e do Senado
Bancada Evangélica: qual a contribuição para a política nacional?
Evangélicos se elegem para a Câmara dos Deputados

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!