Eventos sobrenaturais

Singrid Aparecida
Igreja Nossa Senhora do Monte Serrat de Cotia, São Paulo

Brincadeiras como a do compasso, do copo e do “Charlie, Charlie” volta e meia viram febre e se espalham pelo país, causando polêmica e deixando, como efeito, muitos adolescentes cheios de dúvidas quanto aos supostos “eventos sobrenaturais”.

Antes de mais nada, o servo de Cristo não deveria participar de brincadeiras dessa natureza. Primeiro, porque crê em Jesus e não necessita – nem deve invocar nenhuma outra “força” ou “espírito” sobre sua vida. Segundo, porque ele reconhece que existe uma batalha espiritual e, por isso, não brinca com coisas espirituais (Efésios 6.12). Terceiro, porque ele obedece à Palavra de Deus, que nos orienta claramente a não praticarmos atos que o Senhor reprova (2 Reis 21.6).Mas, afinal, aqueles que já brincaram, sofrerão algum mal? Costumo dizer que pecado é tudo aquilo que nos faz mal. Práticas dessa natureza são pecado, e o mal já foi causado: insegurança, medo e dúvida surgiram em seu coração. Mas, fique em paz, agora. Peça perdão ao Senhor e busque amadurecer num relacionamento com Jesus, pois é Ele quem está sempre ao lado daqueles que O buscam.

Quando entregamos nossa vida inteiramente a Jesus, renunciando a tudo aquilo que nos afasta de Deus, espíritos malignos não podem nos causar mal nenhum. Caminhe com Cristo, conheça e obedeça à Palavra, e desfrute da segurança de estar debaixo da proteção do Pai. “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; aquele que nasceu de Deus o protege, e o maligno não o atinge”(1 João 5:18).

Compartilhe