“Mais atenção a quem precisa”, destaca governador do ES

Renato Casagrande volta a assumir o Governo do Espírito Santo.

Segurança, saúde e educação. Durante a posse, Governador Renato Casagrande garante, que seu governo manterá equilíbrio fiscal, mas terá “mais atenção a quem mais precisa”

O governador eleito Renato Casagrande (PSB) e a vice-governadora eleita Jacqueline Moraes (PSB) tomaram posse de seus cargos. A primeira parte da cerimônia teve início às 14h30, desta terça-feira (1º), na Assembleia Legislativa do Espírito Santo. A declaração de posse foi dada pelo presidente da Casa, o deputado estadual Erick Musso (PRB).

Casagrande iniciou seu discurso destacando a importância de o Espirito Santo ter a primeira mulher no cargo de vice-governadora. “Jacqueline é a vez, a voz, a visibilidade da mulher, da mulher negra, no centro do Poder do Espírito Santo.”

Importante liderança evangélica no Estado, o pastor batista Doronézio Andrade, contou à Comunhão que sua desejo é que o governo de Casagrande seja fundamentado nos três pilares mencionados em pelo apóstolo Paulo na Primeira Carta aos Coríntios 13:13. “Que Ele tenha fé, e creia no Deus que escreve a história; Esperança, para acreditar em dias melhores e aproveitar a segunda oportunidade para fazer diferente o que for preciso; e o amor, que sempre norteia e fundamenta os nossos relacionamentos”, esclarece.

“Assim como Paulo, que Casagrande governe bem os seus sentimentos. Que o Senhor o o sustente a cada instante, lhes dê uma esperança abundante e que o amor pela família, pela carreira pública e pelo povo capixaba, sobressaia em sua vida”, abençoou o pastor.

Discurso

O governador garantiu que seu governo manterá equilíbrio fiscal, mas terá “mais atenção a quem mais precisa” e com mais transparência na gestão. “Ao final do nosso mandato, entregamos um estado organizado, com todas as contas em dia e com quase R$ 2 bilhões em caixa e nota A em gestão fiscal, dada pela Secretaria de Tesouro Nacional. Hoje, quatro anos depois, recebo do governo do Espírito Santo a mesma nota A no campo fiscal, mas com um déficit de investimentos em praticamente todas as áreas da administração estadual. Dezenas de obras tiveram sua execução suspensa, ou abandonadas. … E o Espírito Santo caiu para 14ª colocação no ranking da Transparência”.

A necessidade de ênfase no social também foi destaca no discurso do presidente da Casa, deputado Érick Musso. Antes da cerimônia, Musso conversou com ES Brasil, falou sobre o desafio de Casagrande e afirmou estar otimista em relação à nova formação da Ales. “O desafio de governar um Estado é muito complexo, mas além de manter a Educação e a Saúde, cuidar da Segurança Pública, é preciso foco nesses dois pilares que ele tem batido: o da infraestrutura e do avanço nos programas sociais. E não tenho dúvida que ele conseguirá atingir essas metas a favor do capixabas”.

Na Assembleia Legislativa, 400 convidados, entre políticos e autoridades do estado, estiveram presentes. Houve uma homenagem ao ex-governador Gerson Camata, morto por disparo de arma de fogo no dia 26 de dezembro, na Praia do Canto, Vitória.

PALÁCIO ANCHIETA

A segunda parte da cerimônia de posse se deu no Palácio Anchieta, sede do governo Estadual. O salão nobre, com capacidade para 450 pessoas, tinha mais de o dobro. Lá, o ex-governador Paulo Hartung passou a faixa para Casagrande, em seguida deixou a sede do governo estadual com a esposa, como de praxe na cerimônia.

O novo comandante do Executivo Estadual repetiu o mesmo tom em seu discurso feito na Assembleia Legislativa. Relembrou conquistas de seu primeiro mandato, de 2011 a 2014, e falou das obras paradas e da falta de investimentos. Afirmou que irá trabalhar muito, com a parceria da bancada federal capixaba, para garantir os recursos da União que o Espírito Santo precisa.  “A partir de hoje, vocês terão um governador disposto a valorizar as instituições públicas, e estou muito confiante na equipe que estamos montando. Lutaremos para que o governo federal cumpra com suas obrigações para com o Espírito Santo”.

O governador também reiterou a confiança em sua equipe. “Nossa equipe sai de uma política com traços mais conservadores, para uma política que aponta para um presente e para o futuro. São pessoas novas na idade e na atuação política. São novas pessoas que estarão liderando as instituições públicas do Espírito Santo, com o brilho nos olhos para chegarmos a resultados extraordinários.”

ELEIÇÃO

Renato Casagrande venceu a eleição para o Governo do Espírito Santo em primeiro turno, garantindo 1.072.224 votos, com 55,49% dos votos válidos. Esta é a segunda vez que ele assume o cargo de governador do Estado.

Confira galeria de fotos

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!