Renascer Praise, um grupo com DNA próprio

“Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor”

Um grupo que se desenvolveu num período em que a música gospel não era tão popular precisa ter em seu DNA o pioneirismo e certa dose de ousadia. Com essas características, a bispa Sônia Hernandes, da Igreja Renascer em Cristo, define o Renascer Praise, um projeto criado em 1984 e um dos primeiros a utilizar guitarras e baterias nos louvores. Era o sonho sendo transformado em realidade.

De acordo com ela, a banda nasceu de duas vontades que se combinaram. “A primeira vontade é a de Deus, em querer abençoar o povo e habitar no meio dele, porque a Bíblia diz que Deus habita no meio dos louvores; e a segunda vontade da Igreja Renascer, em adorar ao Senhor de todas as formas, com todos os instrumentos e ritmos”, disse Sônia, que desde o primeiro disco participa de todo o processo de produção, gravação e pós-produção que envolve o Renascer Praise.

Recentemente o grupo lançou seu 18º trabalho de músicas inéditas: “Canto de Sião”, gravado às margens do Mar da Galileia, em Israel. Este foi o primeiro projeto da parceria envolvendo o grupo Renascer Praise e a gravadora Universal Music, união que tende a se desenvolver bastante nos próximos anos.

“Estamos muito felizes pela parceria com a Um Entretenimento e com a Universal Music. Sabemos que agora temos muito trabalho pela frente com a divulgação do ‘CD Renascer Praise 18’. Estamos focados em mostrar o resultado de todo este trabalho. Boas parcerias geram bons trabalhos e excelentes resultados. Por isso, acreditamos que esta união está só começando”, explicou a líder do Renascer Praise, e antecipando que já no início de 2014 vai ser lançado o DVD da apresentação feita em Israel.

Renascer Praise realiza Pocket Show no Rio

“Estar em Israel, gravando o 18º CD, é mais do que pedimos, sonhamos ou pensamos. Foi um momento realmente maravilhoso e muito impactante para todos que estavam lá. Este CD, ‘Canto de Sião’, realmente tem nos deixado cada dia mais
impactados”, declarou a bispa. O álbum, que teve o lançamento oficial no dia 6 de dezembro, já conquistou o Disco de Ouro, representando mais de 40 mil cópias vendidas durante o pré-lançamento da obra.

Os outros 17 trabalhos do grupo também foram muito bem recebidos pelo público e pelo meio gospel. Recentemente, o Renascer Praise 17 venceu o Troféu Promessas na categoria “Melhor DVD”. “Nós recebemos todos esses prêmios com alegria e gratidão a todos aqueles que nos incentivam, que nos amam, que desejam ver nosso trabalho prosperar. Mas cada um deles e cada palavra de elogio nós entregamos ao Senhor Jesus, a quem tributamos toda honra e toda glória!”, disse.

Quem observa os frutos colhidos nos dias de hoje não imagina que o Renascer Praise enfrentou dificuldades quando o projeto ainda estava no início. “No começo as pessoas não o aceitavam  muito bem e até diziam que isso não era de Deus. Mas nós sabíamos que estávamos no caminho certo e continuamos a levar louvores para todas as pessoas, grupos e etnias”, lembrou Sônia Hernandes.

Para ela, o louvor nos cultos tem grande importância, já que, muitas vezes, ele entra onde a palavra não consegue alcançar e tocar o coração das pessoas. ”O louvor é o tempo que as pessoas têm para se desligar de todas as coisas do dia, dos problemas e se conectar a Deus, de entregar seu melhor ao Senhor. É um tempo precioso e único para cada um de nós”, avaliou.

Um dos maiores louvores dos quais a bispa Sônia participou aconteceu em 2005, quando mais de 70 mil pessoas lotaram o estádio do Pacaembu, em São Paulo, para participar da gravação de “Apostólico”, para o Renascer Praise 12. “Foi uma emoção indescritível olhar aquele estádio totalmente lotado e cheio da presença de Deus. Só conseguia agradecer a Jesus por permitir a todos do Renascer Praise poder participar daquele momento tão especial para o povo de Deus. Acredito que foi um marco para o segmento de música e show gospel”.

Ao final, a líder do Renascer Praise deixou uma mensagem aos capixabas que acompanham o trabalho do grupo Renascer Praise. “Obrigada por todo o carinho com o grupo. Espero que os louvores que Deus nos presenteou possam estar presentes nas casas e transformar toda situação contrária à vontade de Deus em bênçãos e milagres. Que vocês possam cantar o canto que vem do céu e que vivam a restituição em todas as áreas da sua vida.

Que o Consolador esteja ao seu lado todos os momentos e que vocês vivam todos os seus sonhos e louvem todos os dias e se alegram com as maravilhas de nosso Senhor Jesus Cristo!”, disse, citando seu salmo favorito. “Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor” – Salmos 51:15.

A matéria acima é uma republicação da Revista Comunhão. Fatos, comentários e opiniões contidos no texto se referem à época em que a matéria foi escrita