As razões para pregar sobre a Bíblia

Ensinar as pessoas a ler e estudar a Bíblia é a melhor maneira de ajudá-las a distinguir o bom ensino do superficial.

A Bíblia nunca foi tão popular. Está em toda parte, nas estantes, nos laptops, telefones, e-readers e audiolivros. Praticamente qualquer pessoa pode obter acesso instantâneo das Escrituras Sagradas em vários idiomas e traduções, incluindo o original em hebraico, aramaico e grego.

Há também muitos estudos bíblicos disponíveis para ouvir e estudar sobre seu significado. Segundo o pastor Karl da Cornerstone Christian Fellowship em Fountain Valley, Califórnia, nos EUA, a maior razão para a ignorância e incompreensão bíblicas nas gerações anteriores foi a falta de acesso à Bíblia .

Hoje, o problema pode ser o oposto. Há tantas vozes que é difícil para a maioria das pessoas distinguir o ensino bíblico válido de buço ou heresia direta. Ele chama atenção para a responsabilidade dos pastores de ensinar aos membros da igreja como aplicar os ensinamentos bíblicos. “Não é mais suficiente apenas pregar e ensinar a Bíblia, precisamos ensinar sobre a Bíblia também”, diz.

Karl mostra as cinco razões pelas quais as pessoas precisam dos pastores para ensiná-las. Não apenas o que a Bíblia diz, mas como usá-la sabiamente.

1. “Por que”, não apenas “o que”

Nas gerações anteriores, as pessoas confiavam nas figuras de autoridade em suas vidas para fornecer informações precisas. Hoje, com a informação universal e imediatamente acessível, qualquer pessoa pode descobrir o que a Bíblia diz e o que as elas acreditam sobre isso. Mas é preciso saber o porquê .

2. Equipar os crentes

Você não pode ter uma igreja madura cheia de membros biblicamente analfabetos. Se a única vez que as pessoas estão ouvindo o que a Bíblia diz é quando está sendo filtrada por outra pessoa, elas não se tornarão maduras em sua fé.

3. Defesa contra o falso ensino

Se as pessoas souberem “manejar corretamente a palavra da verdade” (2 Timóteo 2:15), elas ficarão menos confusas com a mistura de falsas vozes e poderão mais facilmente identificar e apoiar o bom ensino sobre as más. Mas quando as pessoas recebem as ferramentas para estudar e entender a Bíblia por si mesmas, elas começam a se aprofundar e florescer.

4. É essencial do evangelismo

O cético comum exige consistência lógica naquilo em que acreditamos. Se um cristão não pode dizer por que acredita na Bíblia, seus argumentos para segui-la não terão peso. Mas se pudermos mostrar uma consistência de pensamento e comportamento, isso é muito convincente. Uma atitude amorosa pode ser a porta aberta mais eficaz para o evangelismo, mas o sentido lógico de nossas crenças bíblicas é o segundo mais próximo.

5. Pessoas mais ancoradas em sua fé

Igrejas que mantêm seus membros biblicamente ignorantes, simplistas ou que escolhem o que eles acreditam que vai continuar perdendo membros. Igrejas que pregam uma mensagem sólida da Bíblia, apoiadas com lições regulares e vibrantes sobre a Bíblia não apenas manterão as pessoas sentadas, como também estabelecerão as gerações futuras para uma fé ainda mais forte e dinâmica do que nunca.

*Karl Vaters – Christianity Today

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!