Está proibida a distribuição de bíblias no EUA

A denúncia é de uma Associação Humanista Americana
Bíblias não podem mais ser distribuídas em Escolas do EUA. Foto Ilustrativa

Os Gideões Internacionais não poderão mais distribuir Bíblias para alunos de uma escola primária em Kansas, nos Estados Unidos. Denúncia foi feita por uma organização ateísta.

A ordem é da Associação Humanista Americana (AHA, na sigla em inglês). A proibição veio por meio de carta. Documento foi enviado para o superintendente e diretor da escola Primária de Herington para condenar uma recente distribuição bíblica para as crianças.

Segundo a carta, as Bíblias foram colocadas em uma mesa em uma área comum, onde os interessados ​​poderiam pegar uma cópia livremente.

“Ajudar os Gideões na distribuição de Bíblias para estudantes do primário representa uma violação clara da Constituição dos EUA. E por isso, exigimos garantias de que esta prática descontinuará imediatamente”, diz o texto.

Sob a ameaça de uma ação judicial, a AHA exigiu uma resposta da instituição de ensino. E informou que os Gideões não teriam mais permissão de distribuir as Bíblias. Também os professores seriam instruídos também a não distribuírem as Escrituras para os alunos.

Outro lado

O superintendente Ron Wilson disse ao jornal Kansas City Star que a escola não fez imposição alguma às crianças e que ele e o diretor Donalyn Biehler concordaram em acabar com a prática dos Gideões Internacionais.

“Nosso distrito respeita todas as crenças religiosas e os direitos constitucionais de cada aluno”, disse Wilson. “Não permitiremos mais a distribuição de materiais religiosos”.

Gideões Internacionais

É uma associação cristã formada por homens de negócio, dedicada na distribuição de Bíblias nos hotéis, escolas, hospitais, repartições públicas civis e militares, presídios, escritórios de advocacia e consultórios médicos, aeronaves e navios em mais de 200 países.