Professor capixaba vai para final de prêmio internacional

O professor Wemerson Nogueira da Silva, poderá entrar para a história.

O professor de ciências da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Antônio dos Santos Neves, localizada em Boa Esperança no Espírito Santo, é um único brasileiro a concorrer neste ano o prêmio “Varkey  Foundation Global Teacher Prize 2017”, que dará ao vencedor a quantia de US$ 1 milhão.

Em 2012 desenvolveu o projeto ‘Jovens Cientistas’, que estimulava os alunos na prática esportiva, educacional e social, visando retirar os estudantes mais pobres do mundo da criminalidade.

Entre os vários projetos desenvolvidos pelo educador está o “Filtrando as Lágrimas do Rio Doce”, que constatou os efeitos da poluição resultante no rompimento da barragem de Mariana, em Minas Gerais. O projeto também revelou sistemas de tratamento de água e a distribuição de filtros para a comunidade ribeirinha local. Por fim, o “Filtrando as Lágrimas do Rio Doce” rendeu os prêmios de Educador Nota 10 e de Educador do Ano pela Fundação Victor Civita.

Outro projeto desenvolvido por Wemerson contribuiu para a diminuição do índice de violência doméstica em 80% no período de dois anos. Segundo o próprio professor, muitos alunos conseguiram vagas em escolas disputadas da região, como o Instituto Federal do Espírito Santo e até a faculdade de Medicina pela Universidade Federal do Espírito Santo.

Vale destacar que Wemerson graduou-se através de um curso a distância, já que, na época, não conseguiu ser aprovado em uma universidade pública. Para pagar a mensalidade de R$ 190, o jovem vendeu picolé no palito e juntou R$ 700 em uma conta poupança, até finalmente começar a trabalhar em uma escola local e pagar o restante do curso com o salário que recebia.

Caso vença o Professor Global 2017, o brasileiro pretende construir um laboratório de Ciência e Tecnologia em sua cidade. O vencedor será anunciado no Fórum Global de Educação e Habilidades no dia 19 de março.