Detentos poderão ter pena reduzida com leitura da bíblia

lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa de SP
Projeto permite a redução da pena com a leitura da Bíblia. Foto: Google

No que depender de um projeto de lei os presos poderão ter a pena reduzida em São Paulo. Norma foi aprovada pela Assembleia Legislativa da capital paulista. Para conseguir sair da cadeia antes, os presos terão que participar do programa de Leitura bíblica.

A proposta integra o projeto de lei assinado por quatro deputados que integram a bancada evangélica da Casa. A ideia é formar uma turma de detentos participantes do programa de leitura das Escrituras Sagradas. O prazo é de no máximo 30 dias para a conclusão de cada livro da Bíblia.

Segundo as regras do projeto de lei, cada livro permite a redução de quatro dias de pena com um limite de doze livros da Bíblia por ano. Desta forma, em um ano de programa, o detento pode reduzir até 48 dias de sua pena.

Pelo projeto, a Adesão ao programa é opcional por parte do preso. Caso escolha integrar a oficina de leitura, ele terá que fazer uma resenha a respeito do livro que leu.

O texto foi aprovado no dia 20 de dezembro. E agora aguarda sanção do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.