Alívio! Pastor que estava preso na Turquia é liberto

Pastor orou pelo presidente dos EUA, Donald Trump. Foto: Jacquelyn Martin

Pastor Andrew Brunson estava em prisão domiciliar há quase dois anos, acusado de ‘terrorismo’ e ‘espionagem’. Governo turco diz que ele colaborou com líder opositor. E agora está de volta aos EUA

O Tribunal da Turquia decidiu conceder liberdade ao pastor americano Andrew Brunson. A decisão foi na última sexta-feira (12). O tribunal sentenciou Brunson a três anos e um mês de prisão, mas concluiu que ele não vai mais precisar ficar mais tempo sob custódia por causa do tempo que já esteve preso.

Andrew chegou aos Estados Unidos no sábado (13). E foi recebido pelos filhos e foi para a Casa Branca, onde conversou com Donald Trump e diversos políticos. Ele admitiu que temia ser condenado a 35 anos de prisão. “Esse tempo na cadeia foi difícil para ele, mas vimos que o Senhor realmente interviu”, disse sua esposa Norine ao Washington Post.

Na Casa Branca, Andrew Brunson orou pelo presidente Trump agradecendo por sua libertação. Ele pediu que Deus o desse sabedoria para governar o país. “Você realmente lutou por nós, de maneira incomum, sabemos que você se envolveu”, declarou.

Prisão

Brunson foi preso em outubro de 2016. E em julho deste ano foi transferido para prisão domiciliar. O tribunal também levantou a proibição de viajar a que estava submetido.

O pastor era julgado por “terrorismo” e “espionagem”, acusado de agir em nome da rede do pregador Fetullah Gülen, a quem Ancara acusa de ser o mentor do golpe fracassado de julho de 2016, mas também em nome do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). Essas duas organizações são consideradas terroristas pela Turquia.

Estabelecido na Turquia há cerca de 20 anos, o pastor estava à frente de uma pequena igreja protestante em Izmir. Ele negou todas as acusações de atividades “terroristas” que pesam sobre ele. Os EUA pediam a libertação do pastor, enquanto Ancara solicitava a extradição de Gülen.

*Com informações de Washington Post

Veja a oração (em inglês)


Leia mais

Pastor preso há 500 dias na Turquia sem ter sido condenado
Trump ameaça Turquia para que liberte pastor americano
Pastor em meio a tensões entre EUA e Turquia
Justiça da Turquia torna a negar libertação de pastor

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!