Orando um avivamento

Orando Um Avivamento é o tema do VI Congresso Nacional de Intercessão do Ministério Bálsamo de Gileade, que acontece entre os dias 06 e 08 de setembro, em Cachoeiro de Itapemirim.

Esse tema faz um link direto entre a prática da oração e a ideia de avivamento. Na verdade, oração e avivamento são dois temas inseparáveis desde sempre, mas o que a maioria das pessoas não percebe é que é preciso oração para ativar um avivamento já existente. Não percebem que o avivamento já está disponível e que existe um conjunto de questões que impedem que esse avivamento seja derramado.

As pessoas estão esperando um avivamento que aconteça num dado momento em que Deus fará uma intervenção diferenciada das outras, mas a verdade é que o avivamento de Deus já está disponível e precisa ser ativado pela oração.

Uma das coisas que mais complica para que esse avivamento seja ativado pela oração, é o fato de as pessoas não compreenderem que o avivamento faz parte da vida, que ele é necessário.

Existe uma resistência religiosa e cultural velada na alma da maioria dos cristãos que acreditam que a vida cristã é permanentemente edificada e não tem altos e baixos, isso faz com que as pessoas tenham dificuldade de admitir que precisam de um avivamento, e para acessar o avivamento é preciso admitir a necessidade dele.

Quando o profeta Habacuque pronuncia “… aviva a Tua obra ó Senhor, no decorrer dos anos, no decurso dos anos, faze-a conhecida…” 3.2, ele estava fazendo um link entre o passar do tempo e a desmotivação espiritual, o enfraquecimento da inspiração divina na vida das pessoas. Ele encara com muita naturalidade o fato de que, na medida em que o tempo vai passando, a obra de Deus na vida das pessoas precisa ser avivada.

Habacuque lida com naturalidade com o fato de que no decorrer dos anos aquilo que Deus opera na vida das pessoas enfraquece, diminui e perde força, precisando que essa pessoa seja avivada, precisando que essa pessoa seja novamente tocada pela graça de Deus, liberando sobre ela um mover de sobrenaturalidade.

Acontece que nossa necessidade de controle, fortalecida pelo controle da religião, faz com que nós não queiramos admitir que nossa espiritualidade está sendo perdida e precisa ser renovada constantemente, assim como a nossa energia física está sendo perdida e precisa ser renovada constantemente pela alimentação e pelo descanso.

Na medida em que aceitamos que precisamos de avivamento, se torna cada vez mais fácil perceber que o avivamento está disponível e precisa apenas ser acessado pela oração e pela busca de Deus, que vai produzir as transformações necessárias.

Esse tabu que faz os crentes acreditarem que se estão cheios de Deus, permanecerão assim cheios de Deus para todo sempre, sem perder isso, é apenas um dos tabus que impedem que os crentes simplesmente usem a oração para acessar o avivamento.
Nesse Congresso, vamos entender esses tabus e vamos entender a simplicidade do avivamento colocado à disposição dos homens e mulheres de Deus.

O avivamento está disponível, mas é preciso olhar para ele, vencendo as filosofias contrárias estabelecidas nessa geração.


Pr. Jucimar Ramos – é pastor sênior da Igreja Monte Sião de Linhares, presidente do Ministério Bálsamo de Gileade, palestrante e escritor com mais de 20 títulos publicados

 

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!