O “santo” dos crentes

A veneração aos santos da cultura católica, tão criticada pela Igreja evangélica, agora “brota” no meio dos crentes

Hoje criam seus “ídolos”, abandonando a Bíblia e entregando sua “adoração” a objetos, indivíduos e rituais cheios de sincretismo.

Nossos entrevistados são unânimes ao dizer que a Igreja protestante precisa retornar às Escrituras. Isso significa que a atitude dos reformadores necessita ser repetida. Em 1517, isto é, há 500 anos, o movimento chamado Reforma Protestante enfrentou a Igreja romana com as verdades bíblicas. “Precisamos urgentemente de apologistas para fazer uma nova reforma na Igreja brasileira e ensinar doutrina bíblica aos jovens para que não sejam enganados pelos falsos profetas”, disse Juarez Marcondes.

 Leia a matéria completa ou folheie a na Versão digital de Comunhão

Ouça a matéria