Não existe inferno

O pastor americano Rob Bell afirmou não crer na existência do inferno. Foto: Reprodução

Um dos principais objetivos do diabo, desde sua queda, é convencer os homens de que o inferno não existe.

Por incrível que pareça, boa parte da humanidade, mesmo vendo e comendo o pão que o diabo amassou, não acredita que haja mesmo esse lugar!

Desde os “pais” da Igreja, essa questão tem levantado muita poeira. A coisa é tão complicada que muitos teólogos, utilizando a própria Bíblia, têm sustentado que inferno não existe. Mesmo entre aqueles que conhecem a Bíblia, como os Testemunhas de Jeová ou os Adventistas, há esse tipo de pensamento.

O celebrado pastor americano Rob Bell, em uma entrevista à revista Veja em 2012, afirmou não crer na existência do inferno. Uma pesquisa feita nos EUA (país de maioria cristã) em 2014 mostrou que 67% também não acreditam. Para colocar mais lenha nessa fogueira, o papa Francisco disse recentemente em entrevista a Eugenio Scalfari que “o inferno não existe; o que existe é o desaparecimento das almas pecadoras”.

Em 2015, o pontífice aproveitou a cerimônia na qual escolheu novos cardeais para declarar que “a Igreja não condena para sempre” e “que o castigo do inferno com o qual a Igreja atormenta os fiéis não é eterno”.  Segundo Francisco, no DNA da Igreja de Cristo, não existe um castigo perene, sem retorno, inapelável.

Diz o ditado: água mole em pedra dura… Se até o papa já está convencido de que inferno não existe, creio que finalmente o diabo deve estar que nem pinto no lixo (ou seria, no fogo?)!!!

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!