“Não desista do Brasil”

A declaração é do Rev Hernandes Dias Lopes, que mesmo com o desânimo na política, ele exorta para que o voto seja realizado com sabedoria e consciência.

No próximo domingo (7) o brasileiro tem um compromisso com Brasil. É dia de ir as urnas escolher quem vai governar o país. Mas muitos estão indecisos e decepcionados com a política. Em um vídeo publicado no Youtube da editora Luz para o Caminho, o pastor Hernandes Dias Lopes faz um alerta sobre as eleições.

“Eu quero encorajar você a não desistir do Brasil e exercer o seu direito de cidadania e plenamente o seu direto na democracia que é o poder do voto”, exortou Hernandes.

O pastor deixa a necessidade de avaliar o candidato com princípios éticos e cristãos para dar um basta na corrupção que assola o país. Em tempos de tanta discórdia e inseguranças, é preciso votar com consciência e segundo os princípios de Deus.

“Você precisa escolher quem tem vocação política, preparo, e que tem uma vida irrepreensível, com valores. Precisamos dar um basta na corrupção, na tendência de impor a ditadura. Temos de resgatar o valor da família. Colocar diante da nação o resgate dos princípios e valores que construíram a sociedade ao longo dos anos. Precisamos orar e pedir a Deus direção e sabedoria. E que esta nação seja governada por homens e mulheres que temam a Deus, que tenham valores morais claros”, declarou.

E concluiu: “Que Deus nos ajude neste momento de eleição. Que Deus nos ilumine e que peçamos a Deus graça e sabedoria a darmos o nosso voto”, concluiu.

Alertas e preocupações

Independente de bandeiras partidárias, líderes evangélicos do país vem demonstrando preocupação com o momento político do Brasil. Muitos tem se posicionado abertamente sobre sua opção de voto para as eleições 2018. E usam as redes sociais para fazerem alertas à população

Esta semana foi o deputado federal Hidekazu Takayama, líder da Bancada Evangélica, que publicou um vídeo em sua página do instagram. No vídeo o parlamentar, que também é pastor, diz que o “momento é crucial”, pois corre o risco de eleger presidente cujo partido defende pautas contrárias à fé cristã.

“Vivemos no limite do perigo pois os ateus, não gostam dos cristãos e farão de tudo para prejudicar as famílias cristãs e as Igrejas. O que está em jogo é a liberdade de se pregar o evangelho. Nossa chance de impedir isso será nas eleições de outubro!”, declarou.

Ouça


Leia mais

O voto do cristão de acordo com a Bíblia
Bancada Evangélica: qual a contribuição para a política nacional?
Eleições 2018: Religião x Política
Davi Lago fala sobre a voz dos cristãos na política

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!