Na fusão de estilos, Paulo César Baruk leva a mensagem de Deus

“Gosto mesmo é da mistura/fusão, a busca pela mescla entre o talento nato do brasileiro e a experiência técnica do estrangeiro”

Paulo César Baruk traz em sua história muitos projetos realizados. Isso porque sua atuação no mercado gospel é abrangente. Ele canta, toca, produz, dirige e compõe. A música é mais que uma forma de se expressar, mas também de escrever histórias, mudar vidas e semear o amor e a paz.

São mais de 18 anos de carreira. Doze CDs e quatro DVDs apresentam todas as fases do cantor. Em cada trabalho, não há um estilo esperado, mas uma mescla de perfis, arranjos, participações especiais e muita inovação.

Agora, em parceria com Sony Music, ele pretende lançar um projeto novo, baseado no seu CD lançado pela gravadora no ano passado com o título “Graça”, chamado “+Graça”, com o qual vai preparar o “Graça Acústico”, com 10 canções em formato acústico; “Graça 220 Volts”, quatro canções em versão eletrônica; e “Graça Para Ninar”, com 10 músicas em roupagem instrumental caixinha de música.

“O projeto deve ser lançado pela Sony desdobrando o conteúdo CD ‘Graça’. Estamos perto da finalização e amando o resultado. Nossa esperança é que, sem a menor diluição de conteúdo, ferramentas diferentes alcancem diferentes pessoas, comunicando sobre o Reino”, explicou.

O CD ‘Graça’ foi lançado no ano passado com uma iniciativa diferente, bem ao estilo PC Baruk de ser, com participações especiais, arranjos bem ousados e uma mensagem profunda acerca da graça de Deus. Já na capa, o cantor se apresenta com equipamentos de mergulho que ele diz serem necessários para quem não está mergulhado na graça de Deus. “A divulgação do álbum continua e se intensifica, e o resultado, principalmente no que tange à comunicação da mensagem central, tem nos alegrado e nos desafiado a seguir em frente. Estivemos nos Estados Unidos no último semestre de 2014, e existe uma grande possibilidade de retornarmos este ano para uma pequena tour”, destacou.

O álbum tem 18 canções que falam de amor, redenção, graça, amizade, comunhão e fé. Um material produzido por ele próprio, que estudou o tema, aprofundou-se em sua experiência com a Graça, e Deus veio revelando as canções ao seu coração através de composições autorais e de alguns amigos, como Gerson Borges, Lito Atalaia, Daniela Araújo e Marcela Tais.

O CD emplacou os primeiros lugares no Top Album iTunes durante dias e é campeão de venda pelo site da loja virtual Arte Cristã desde o lançamento. Casado com a cantora Rebeca Nemer, Baruk diz que tem trabalhado muito, mas vem conseguindo conciliar tudo que é importante. “Tenho trabalho muito, tanto ministerial como profissionalmente, venho tentando administrar o tempo de maneira saudável, dividindo-o entre as mais diversas atividades cotidianas e buscando priorizar o que de fato é importante, família e relacionamentos por exemplo”, salienta.

Desde que vem trabalhando com músicos e estúdios nos Estados Unidos, Baruk tem pregado ainda mais essa mistura, e usando isso na sua atuação como produtor de diversos cantores do meio gospel brasileiro na gravadora Salluz, com sede em São Paulo. “Continuo exercendo a função de produtor musical e vivendo uma grande fase relacionada a isso.

Avançamos e alargamos as possibilidades, passando a trabalhar também em parcerias com estúdios e músicos nos Estados Unidos. Não vejo o músico americano como melhor ou pior que o brasileiro, é apenas outra forma de fazer e produzir música. O que gosto mesmo é da mistura/fusão, a busca pela mescla entre o talento nato do brasileiro e a experiência técnica do estrangeiro. Graças a Deus, tem dado muito certo”, salienta.

O artista começou sua trajetória musical ainda adolescente, integrando corais, bandas e orquestras como instrumentista. Aos 18 anos, já gravava em estúdio fazendo backing vocal em vários CDs evangélicos e seculares.  Buscando atender pessoas diferentes na escolha do estilo de música, na forma de receber uma mensagem através de canções, Baruk tenta sempre inovar usando samba, pop, dance, adoração e soul; nada escapa em suas produções. Por isso ele tem circulado tão bem no mercado, produzindo CDs em vários estilos, como é possível perceber em novos lançamentos do mercado, a exemplo do álbum da cantora Eyshila, “Deus no Controle”, apresentado ao público no final do ano passado.

Como fruto do reconhecimento do público e do mercado fonográfico ao seu trabalho, ele foi indicado duas vezes ao Grammy Latino (CD “Multiforme” em 2010 e CD “Eletro Acústico 3” em 2012) e também ao Troféu Promessas (2013 em três categorias). Baruk inclusive é uma das atrações do Festival Promessas, que acontece no dia 28 de fevereiro, na Arena Encontro das Águas, em Jacaraípe, na Serra.

“Nosso coração está muito grato pela chance de podermos participar desse festival pela primeira vez. Cremos que será um tempo precioso, de celebração e comunhão com o Pai na companhia de irmãos. Pretendemos tocar uma mescla de canções, juntando o set list atual com um pouco de outras músicas da nossa caminhada”, salientou.

A matéria acima é uma republicação da Revista Comunhão. Fatos, comentários e opiniões contidos no texto se referem à época em que a matéria foi escrita

Assista: