Mude o Brasil com a Bíblia

Foto: Divulgação

A Bíblia da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) não foi feita para ser ferramenta de campanha eleitoral. Mas é possível mudar o Brasil com a Bíblia.

No primeiro semestre de 2015, na Sede da Sociedade Bíblica do Brasil, realizou-se uma
reunião de planejamento dos líderes da organização. O grande assunto do momento no Brasil era a corrupção. Havia um desânimo geral. A economia estava estagnada. As pessoas pareciam não ter esperança. Crescia o movimento que pedia o impeachment da presidente Dilma Roussef.

O que a Bíblia poderia fazer para ajudar? Essa era a pergunta dos líderes da SBB naquela época. E a decisão foi: Vamos lançar uma campanha que lembre ao povo os valores bíblicos. Deve ser uma Bíblia econômica, mas de boa leitura. Nas páginas iniciais da Bíblia, deveriam receber destaque valores bíblicos para a vida em sociedade. O preço da Bíblia deveria ser o mais baixo possível. Decidiu-se que o nome da campanha seria “Mude o Brasil pela Bíblia” e que ela seria permanente.

A campanha saiu às ruas quase no fim de 2016. Não se falava ainda nas eleições gerais.
E, de lá até hoje, já foram distribuídas mais de 500 mil cópias dessa Bíblia. Quem acompanhou a última campanha eleitoral, certamente, percebeu que nunca se falou tanto da Bíblia. A Bíblia da SBB não foi feita para ser ferramenta de campanha eleitoral. Mas ela disse uma verdade que muitos brasileiros acreditam: É possível mudar o Brasil com a Bíblia.

No entanto, para que a Bíblia realmente mude o Brasil não é necessário apenas
distribuir os exemplares. Tem alguns passos a mais que precisam ser dados. Depois de alguém ter a Bíblia, é necessário ler a Bíblia. A leitura da Palavra de Deus é fundamental. Se a pessoa lê a Bíblia e entende seu conteúdo, ela já deu um passo adiante. Mas para o Brasil mudar com a Bíblia é preciso algo mais. É preciso que a Bíblia seja lida, aceita, crida e obedecida. As pessoas mudam e o país muda quando a Bíblia é conhecida, crida e seguida.

Mas tudo começa com ter e ler a Bíblia. Talvez aí esteja um dos grandes desafios de
nossos dias. Como incentivar a leitura da Bíblia? Uma ferramenta que ajuda a pessoa a ler a Bíblia individualmente são os “planos de leitura”. Aplicativos, como Bíblia You Version,
oferecem planos de leitura da Bíblia por meio dos quais a pessoa pode, por exemplo, escolher um tema sobre o qual quer ler durante alguns dias. O aplicativo ajuda a pessoa a não esquecer de fazer a leitura.

Outro hábito bom para sempre ler a Bíblia é fazer a leitura em família. Muitas famílias
guardam o hábito de separar uma hora para leitura bíblica e oração em conjunto. É excelente quando se forma este hábito. Além de tudo, este hábito fortalece os vínculos familiares.

Grupos de estudo bíblico formados pela Igreja também são excelentes para incentivar
as pessoas a lerem a Bíblia. O grupo de estudo bíblico fortalece as pessoas que participam na sua fé e serve de amparo, quando alguém do grupo passa por uma dificuldade especial.

Meu hábito de ler a Bíblia tem origem na minha vida familiar. Meus pais, todos os dias,
reuniam os filhos para leitura bíblica e oração. Quando fui visitar meu pai, já viúvo e com mais de 80 anos, descobri que ele lia a Bíblia todos os dias, em voz alta, antes de dormir. Ele serviu e serve de exemplo para mim.

A Bíblia pode mudar o Brasil. A Bíblia pode mudar a Igreja. A Bíblia pode mudar as famílias. A Bíblia pode mudar as pessoas. Para que isso aconteça, ela precisa ser lida, aceita, crida e obedecida. É na Bíblia que aprendemos a confiar em Deus e seu Filho Jesus Cristo.


*Erní Walter Seibert é diretor executivo da Sociedade Bíblica do Brasil

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!