Quase 30 mortos em novos bombardeios na Síria

Foto ilustrativa. Reprodução Web

Pelo menos 28 pessoas morreram durante o bombardeio contra zonas controladas pelo Estado Islâmico na província síria de Deir al Zur perto da fronteira com o Iraque.

Nesta sexta-feira (13), o Observatório Sírio para os Direitos Humanos informou que os ataques atingiram uma fábrica de gelo onde se encontravam civis em Deir al Zur, em uma área controlada pelo Estado Islâmico. Sabe-se de ao menos 28 mortes até agora.

Uma fonte da organização não-governamental com sede em Londres admite que o balanço de vítimas mortais pode aumentar porque os bombardeios provocaram um número elevado de feridos.

A origem do ataque ainda é desconhecida, mas pode ter sido efetuado pela coligação internacional liderada pelos Estados Unidos ou por forças iraquianas contra as posições do grupo radical armado na zona de fronteira com a Síria.

Até ao momento, nem a coligação internacional nem responsáveis políticos iraquianos se pronunciaram sobre o atentado.

Desde segunda-feira (09) que aviões de combate da aliança internacional comandada pelos norte-americanos, no Iraque, sobrevoam o território sírio que foi atingido durante a noite.

A região

Deir al Zur foi um reduto importante do Estado Islâmico, mas nos últimos meses os extremistas perderam território em combates contra as Forças da Síria Democrática, uma aliança liderada por milícias curdas que contra com o apoio de Washington.

*Com informações da Lusa.


Leia mais

ONU faz alerta de catástrofe humanitária na Síria
Massacre na Síria deixa 44 mortos
Novos Ataques na Síria, Trump diz que vai tomar uma decisão
Síria – Mais de 350 mil mortes em sete anos

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!