Senador John McCain – será sepultado com honrarias nos EUA

Foto: Larry French/Getty Images

McCain morreu no sábado (25), vítima de um câncer no cérebro. Enterro será na próxima quarta (29), em Washington.

O senador americano John McCain morreu aos 81 anos neste sábado (25) depois de perder uma batalha contra o câncer. O celebrado herói de guerra republicano e conhecido por sua capacidade de negociação em um país cada vez mais dividido, McCain será sepultado em academia militar. E terá dois velórios.

A cerimónia fúnebre vai realizar-se na Catedral Nacional, em Washington,na quarta-feira (29), dia do aniversário de McCain. Segundo a rede de TV CBS, os ex-presidentes George W. Bush e Barack Obama devem discursar durante as homenagens ao ex-senador. O ex-vice presidente Joe Biden discursará em um culto, que vai acontecer no Arizona.

Segundo o jornal The Washington Post, o atual presidente dos EUA, Donald Trump, não será convidado para a cerimônia. Ele e McCain protagonizaram duros confrontos desde a campanha de 2016. Mas vice-presidente Mike Pence a representar a Administração Trump no funeral.

Além do culto na capital dos EUA, o senador será homenageado na rotunda do Capitólio, a sede do poder legislativo norte-americano.

Doença

O senador foi diagnosticado com uma forma agressiva de câncer no cérebro. E desde julho de 2017 realizava o tratamento. Ele deixou Washington para ficar com sua família no Arizona e se ausentou do Senado.

Mesmo após a descoberta, o senador continuou, por alguns meses, com as obrigações políticas que tinha e acompanhando o trabalho da sua equipe em Washington.

Figura política

McCain era uma das figuras políticas mais respeitadas dos EUA. E também conhecida no mundo inteiro. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu lamentou a morte do senador. “Ele foi um verdadeiro amigo de Israel, cujo apoio ao país nunca fraquejou. Surgiu da sua crença na democracia e na liberdade. O Estado de Israel cumprimenta John McCain”, escreveu o chefe de governo em sua conta no Twitter..

*Redação de Comunhão, com informações da Agência EFE


Leia mais

Pastores irão participar da posse de Trump
Trump viaja para buscar “unir povos de todas as religiões”

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!