Morre presidente do Vietnã aos 61 anos

Tran Dai Quang estava doente há meses. Foto: Reuters

Tran Dai Quang começou a mostrar sintomas de doença viral em junho de 2017 e chegou a ser tratado no Japão.

O presidente do Vietnã, Tran Dai Quang, morreu nesta sexta-feira (21) de uma doença viral, relatou a mídia estatal. Ele era um ex-chefe de segurança interna que se tornou um dos líderes de maior destaque do país comunista.

Aos 61 anos, morreu em um hospital militar em Hanói de uma “séria doença, apesar de esforços de médicos e professores nacionais e internacionais”, disse a televisão estatal vietnamita.

O ex-ministro da Saúde Nguyen Quoc Trieu, disse à imprensa que o presidente estava doente há meses. “Ele começou a mostrar sintomas de doença em junho do ano passado e foi tratado no Japão seis vezes desde então”, afirma.

“Ele sofria de um tipo de vírus altamente virulento, para o qual não houve nenhum tratamento eficiente”, continuou.

O Vietnã não tem um líder único e é governado oficialmente por quatro “pilares”: o presidente, o primeiro-ministro, o chefe do Partido Comunista e o presidente da Assembleia Nacional.

O crescimento político de Quang, em um momento de crescente divergência nas redes sociais e de desafios à autoridade do partido, sinalizou limites à agenda liberal do Vietnã, apesar de uma abertura à mudança social e a uma ampla reforma econômica, segundo especialistas.

*Com informações de Reuters.

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!