Mais de 300 igrejas se unem para evangelismo em Cuba

A campanha "Power to Transform" (Poder para Transformar, em tradução livre) foi bem sucedida, com milhares de livros distribuídos

Apesar da pressão do governo cubano sobre os cristãos, as igrejas se uniram para levar Jesus por meio de um livro de testemunhos.

As igrejas de Havana (Cuba) realizaram grandes eventos evangelísticos, apesar das rigorosas restrições governamentais sobre atividades religiosas. O governo cubano faz questão de garantir que os cristãos não tenham acesso a certas mídias como outdoors, rádio ou televisão.

Mesmo com os obstáculos que enfrentam, os cristãos em Cuba entendem que não podem parar a obra de Deus. Mais de 300 igrejas, de 40 denominações diferentes, procuraram chegar a milhões de cubanos através da criação de um livro de testemunhos. Cada testemunho conta a história de um cubano que se converteu a Cristo.

A campanha “Power to Transform” (Poder para Transformar, em tradução livre) foi bem sucedida, com milhares de livros distribuídos. O departamento da campanha que cuida da área de prisões chegou a distribuir mais de 500 livros aos detentos locais, de acordo com a CBN.

Os organizadores da campanha dizem que os eventos só foram possíveis através da oração e da colaboração entre as igrejas. “Os crentes diziam que era incrível o que estava acontecendo”, disse a organizadora Digna Lamote. “Até mesmo as pessoas que no passado não queriam falar sobre o Evangelho, estavam chegando e pedindo o livro, porque queriam saber Sobre o que era”, ressaltou.

Testemunho

Maria Sanchez compartilhou seu testemunho no livro da campanha e disse que acabou afetando diretamente sua igreja. “Tivemos que dividir o nosso grupo de células porque as pessoas começaram a entender que oramos em fé. Elas se converteram por esse testemunho”, disse ela.

Muitos vieram a Cristo através da campanha. Jesus Caravallo disse que perdeu toda a esperança depois que sua esposa o deixou. “Eu tinha decidido acabar com a minha vida”, pontuou. “Eu entrei no banheiro e encontrei aquele pequeno livro. Eu não sei como ele chegou lá”, comentou.

Ele encontrou um cartão dentro do livro, com o contato de um pastor local. Ele acabou entregando sua vida a Jesus. “Tudo o que posso fazer é agradecer a Deus”, disse ele. “Dou-lhe a minha eterna gratidão por me tornar um novo homem, uma pessoa renovada”, finalizou.