Juiz Federal corta benefícios presidenciais de Lula

Foto: Reprodução Web

O ex-presidente perdeu os benefícios como segurança, motorista, cartão corporativo e veículos

O juiz federal Haroldo Nader, da 6ª Vara de Campinas (SP) concedeu uma decisão provisória, por liminar, que suspende os benefícios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O documento determina que a União suspenda os seguranças, transporte e assessores que eram concedidos a Lula. O argumento da justiça é de que a concessão atual não é ncessária uma vez que ele está preso. A ação foi movida por Rubens Nunes, coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL).

“O ex-presidente está sob custódia permanente do Estado, em sala individual (fato notório), ou seja, sob proteção da Polícia Federal, que lhe garante muito mais segurança do que tivera quando livre, com alguns agentes a acompanhar-lhe aonde fosse. Logo, são atos lesivos ao patrimônio público, pois é flagrante a inexistência dos motivos”, disse o magistrado.

O ex-presidente Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR) desde o dia 07 de abril. Ele cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão após condenação no processo referente ao tríplex do Guarujá.


Leia mais

Lula reafirma candidatura à Presidência em carta à Gleisi
Lula preso!

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!