Igrejas são fechadas na Ucrânia

Ore pela Ucrânia, onde o cerco tem se fechado para a igreja (Imagem: BBC)

Casos ocorreram em Luhansk, região dominada por rebeldes separatistas. As instituições religiosas estavam sem licença oficial.

Dezenas de igrejas tiveram que parar suas reuniões em Luhansk, região dominada por rebeldes na Ucrânia. Segundo a agência de notícias Forum 18, o prazo para se registrar era até 15 de outubro, de acordo com a nova lei de religião, vigente desde fevereiro na República Popular de Luhansk.

A nova lei prescreve que todas as comunidades religiosas tinham que se registrar, inclusive as que já tinham registro. Mas a maioria das igrejas cristãs teve a licença negada. Duas igrejas ainda estão aguardando. E algumas delas receberam multas e buscas em seus locais de culto.

Algumas das igrejas que receberam a permissão são ortodoxas e também a comunidade hare krishna. Das 44 igrejas batistas, membros da União Batista Ucraniana, preencheu o formulário para registro. Mas segundo o Forum 18, todos os pedidos foram negados. A carta de negação do pedido dizia que era “inadmissível” porque continha violações da lei religiosa, mas sem explicar quais.

“Não sabemos se podemos fazer o culto no próximo domingo na nossa igreja. As autoridades disseram que nossos prédios não pertencem mais a nós”, disse um membro de uma igreja de Luhansk à portas Abertas.

Mas algumas instituições religiosas decidiram interromper suas atividades totalmente, até mesmo o trabalho social, para evitar provocar desconforto e evitar que a propriedade da igreja, instrumentos musicais e outros itens sejam confiscados.

*Com informações da Missão Portas Abertas


Leia mais

O Evangelho na Ucrânia por um brasileiro
Cristãos se arriscam para ajudar vítimas da guerra na Ucrânia
Testemunho de jogadores impactam vidas na Ucrânia

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!