Igreja acolhedora para venezuelanos

Venezuelanos nas Ruas da cidade de Pacaraima, RR. Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

“A compaixão venceu o medo”, diz o pastor Gedeão Vasconcelos, que abrigou em sua casa 63 venezuelanos.

A Junta de Missões Nacionais (JMN) convoca igrejas brasileiras para acolher refugiados venezuelanos. O desafio foi lançado pelo site da instituição, baseado no texto de Levítico 19:34. “O estrangeiro residente que viver com vocês será tratado como o natural da terra. Amem-no como a si mesmos… Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.”

O cadastro é para as igrejas que, movidas por compaixão e graça, desejam acolher refugiados. O procedimento é simples. É só entrar no site, preencher um pequeno documento. A igreja vai receber um Termo de Parceria, que deverá ser assinada pelo Pastor da Instituição religiosa.

Desde maio, a JMN em parceria com a Convenção Batista Brasileira desenvolve ações do projeto Brasil Venezuela em Roraima. Os refugiados frequentam uma casa onde tem acesso ao ensino de português e atendimento médico. Além disso, eles participam de cultos evangelísticos, relacionamento discipulador e outras atividades.

Bondade e Compaixão 

No ultimo dia 18, mais de 1,2 mil venezuelanos foram expulsos durante um protesto de moradores de Pacaraima, no norte de Roraima. Mas a atitude de cristãos brasileiros mudou a vida de vários refugiados.

Em atitude de bondade e compaixão, o pastor Gedeão Vasconcelos, que lidera uma Igreja Batista na cidade abrigou 63 venezuelanos em sua casa.  E mesmo tendo receio de ser alvo dos manifestantes, ele se arriscou para salvar a vida dos refugiados.

Gedeão (no centro) e parte dos refugiados que receberam. Foto: Emily Costa/G1 RR

“Me disseram que a manifestação não estava mais pacífica. Me preocupei porque tinha crianças, famílias, que nós ajudávamos, evangelizávamos e dávamos comida. Aí comecei a colocá-las no meu carro e na sequência eu liguei para a irmã, falei que estava tudo muito violento, e pedi ajuda. A compaixão venceu o medo. Teve uma hora em que não aguentei. Tive que ter forças, pedir a Deus. Tem horas em que a gente não aguenta, é ser humano”, disse o pastor em entrevista ao G1.

Parcerias e resultados
Foto: JMN

O projeto “Missão Brasil Venezuela”, da JMN tem ajudado muita gente que atravessa a fronteira em busca de uma vida melhor na capital de Roraima. A professora venezuelana Vanessa é uma das beneficiadas. Ela foi cadastrada pelos missionários, atendida por profissionais voluntários da saúde.

Além de receber todos os cuidados especiais, Vanessa foi evangelizada, e recebida por uma família em Goiânia (GO). Ela ganhou uma casa e um emprego com salário digno. E agora sonha poder construir sua asa e cuidar da família que ficou na Venezuela.

Junta de Missões Nacionais
Contato: (021) 2107-1818
Acesse aqui para fazer o cadastro da Igreja
Leia mais

“SOS Venezuela” – Campanha para ajudar refugiados
Ação social para refugiados venezuelanos em Roraima
Em Roraima, Operação Jesus Transforma alcança mil venezuelanos
População venezuelana clama misericórdia de Deus durante crise
1,2 mil venezuelanos deixam o Brasil após ataques
Ação recreativa para crianças venezuelanas em Roraima

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!