A fé para a cura de problemas emocionais

Foto: Facebook

“Eu fiquei dez anos no homossexualismo, mas eu tive um encontro com Deus que mudou a minha vida”, declarou Grazy Galvão, ativista social.

Após dez anos como ativista do movimento homossexual, Grazy Galvão, 30 anos, deixou  homossexualismo, se converteu e encontrou no Evangelho a cura para os problemas emocionais. Grazy é conhecida nas redes sociais como Gal Galvão. Ela gravou um vídeo com seu testemunho de como Deus mudou a sua vida.

Os problemas começaram ainda na infância. O abuso sexual que a mãe sofreu. O estupro de seu pai com sua irmã mais velha. E o abuso que ela também sofreu aos 8 anos por um amigo da irmã. Por medo, aos 16, ela se assumiu homossexual. O pai faleceu. Mas a mãe conheceu o Evangelho e começou a interceder pela família. Tanta tristeza que chegou a confrontar Deus.

“Por dentro de mim tinha uma dor, uma raiva. As pessoas nas redes sociais me viam alegre, mas não viam o que estava dentro de mim. Um dia eu estava tão depressiva que eu falei: ‘Deus se o Senhor existe, me encontra hoje então. Eu fiz essa oração de manhã e de tarde uma amiga foi à minha casa falar de Jesus pra mim. Fui na igreja e  Deus me falou que eu tinha que perdoar. Eu relutei, mas o Senhor me encontrou”, conta.

Assista o depoimento


Leia mais

Testemunho de fé da “Bruxa da Cracolândia”

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!