A gestão da educação cristã na igreja local

Foto: Arquivo pessoal

“O planejamento estratégico é um instrumento para ajudar a Igreja a desenvolver seu ministério de ensino em consonância com as necessidades dos membros e liderança”, diz a educadora cristã, Eulália Novaes.

O ministério de educação cristã deve dar suporte à família. E uma educação cristã relevante faz toda a diferença neste apoio. O papel do educador cristão na igreja é sem dúvida muito importante. Mas para desenvolver esse trabalho com qualidade na Igreja é preciso fazer um planejamento de gestão.

“Assim como em qualquer outra área, a educação cristã na igreja também precisa de um planejamento estratégico, pois é um importante instrumento para ajudar a instituição a desenvolver seu ministério de ensino em consonância com as necessidades dos membros, liderança da igreja e o alcance de mais pessoas para o Evangelho”, explica a educadora cristã, Eulália Novaes.

Ministra de Educação Cristã da Primeira Igreja Batista de Vitória (ES), Eulália ministra palestra nesta área na igreja há cerca de 25 anos. O assunto será apresentado pela professora no Congresso Nacional de Escolas bíblicas, entre os dias 29 e 30 de março, em Vitória (ES). E terá como tema “O padrão de Deus para um ensino discipulador”.

Nesta entrevista para a Comunhão, a educadora explicou melhor sobre esse processo de gestão da Educação cristã na igreja, as mudanças da EBD hoje e ainda traz sugestões para um planejamento nesta área para as instituições religiosas. Confira!

Comunhão – Quais as maiores dificuldades hoje na gestão da educação cristã na igreja?

Eulália – Acredito que acompanhar os desafios que esta nova geração apresenta seja uma dificuldade para a liderança cristã da igreja. Mas tem outras que cito o fato de ser relevante diante de tantas demandas, como por exemplo: valorizar a inclusão e encontrar meios para que ela aconteça na igreja local. Lidar com equilíbrio com a realidade de temas modernos como a ideologia de gênero que está tão evidente em nosso meio, entre outros assuntos também dificulta a gestão. E por último, ajudar e orientar os voluntários envolvidos no Ministério de Ensino a lidar com a escassez de tempo e o seu serviço na igreja local.

Qual o futuro da “Educação cristã” diante de tantas mudanças na forma de se liderar e gerir uma igreja?

Como está tudo mudando muito rápido, acho que o futuro da educação cristã será em se ‘reinventar’, com o objetivo de alcançar principalmente as novas gerações, utilizando como ferramenta principal o modelo de discipulado ensinado por Jesus.

O que é ser uma igreja com uma visão comprometida com a Palavra de Deus e que tenha como prioridade a educação e formação cristã de seus membros?

Uma igreja que ama a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo; Crê em Jesus como o Salvador; que tenha a Bíblia como regra de prática e fé cristã; acolher, amar, servir e discipular e treinar sua liderança.

A Escola Bíblica dominical é onde se aprende os princípios bíblicos e doutrinas que regem uma instituição religiosa. Quais as mudanças da EBD de hoje comparada com uns 30 anos atrás?

Para algumas igrejas hoje a EBD passou a ser chamada de EB (Escola Bíblica), por terem grupos que se reúnem em outros dias da semana e não apenas no domingo.

Ultimamente a EB não desempenha sozinha esta tarefa de transmitir princípios bíblicos e doutrinas. Porém, existem alguns movimentos estratégicos que ajudam neste sentido, como o pequenos grupos, discipulado, escola de líderes e outros.

As mudanças da EBD foram muitas. Entre elas a variedade de currículos e consequentemente de revistas e editoras; a flexibilidade nos horários e dias; o uso de EBDs temáticas ou por módulos; Escolas em alguns locais transformadas em seminários, onde foi incluído currículo semelhante ao de uma Faculdade Teológica.

Outra diferença é que uma Escola Bíblica, o aluno pode dar a sua contribuição e não apenas o professor é o detentor do conhecimento. Com a ampliação e o avanço da tecnologia, a informação ficando ao alcance de todos, forçou a pessoa que se dispõe a ensinar a ter a necessidade de se preparar melhor para assumir a função de mestre.

Qual o futuro de uma igreja que não prioriza a “Educação cristã” em suas ações?

O ensino da Palavra de Deus é de grande relevância e essencial à vida de uma igreja. Se isso não é uma prioridade da instituição religiosa, ela apresentará uma sérias de deficiências na área de desenvolvimento e crescimento espiritual. É através da educação cristã que aprendemos os conselhos divinos descritos nas Escrituras Sagradas. Por meio do estudo da Bíblia, Deus fala, manifesta a Sua vontade e convida as pessoas para uma decisão, traz um despertamento para sustentar a fé que professamos, a esperança e o amor. A Educação Cristã contínua pressupõe, portanto formação bíblica.

Qual a importância das igrejas elaborarem um planejamento de educação cristã em suas instituições? Por que?

Assim como em qualquer outra área, a educação cristã na igreja também precisa de um planejamento estratégico, pois é um importante instrumento para ajudar a instituição a desenvolver seu ministério de ensino em consonância com as necessidades dos membros, liderança da igreja e o alcance de mais pessoas para o Evangelho. É preciso saber para onde quer ir, quando e como e o que se quer alcançar. É necessário estabelecer metas a curto, médio e longo prazo e isso só vamos saber com o plano educacional.

Como os membros podem contribuir para a elaboração do plano de educação cristã para torná-la útil e proveitosa?

Uma das primeiras coisas a se fazer ao elaborar um Projeto de Ensino para a igreja é a pesquisa relacionada a instituição religiosa de um modo geral e sua membresia. É preciso ouvir os membros e congregados, pedir sugestões, pesquisar e colhendo informações. Também é necessário analisar o perfil da igreja através de um estudo, pesquisa mais elaborada em todos os departamentos para só então traçar as metas e os projetos, inclusive ações voltadas para novos convertidos.

Como a Educação cristã deve ser pensada para a estrutura eclesiástica da igreja?

Cada igreja tem sua realidade, o que é muito bom e útil. As vezes o que é feito em uma igreja pode não funcionar tão bem na outra. O Ensino na instituição deve acompanhar a visão do líder principal (Pastor), respeitar a realidade da Comunidade onde ela está inserida, priorizando as necessidades.

Quais os resultados de uma igreja que elabora um projeto específico para a educação cristã de seus membros e que executa as ações deles?

O resultado de uma igreja que investe em um planejamento estratégico é o crescimento não apenas numérico, mas espiritual, pois torna-se uma instituição viva, avivada pelo espírito santo, com sede da palavra de Deus, além do desenvolvimento saudável do corpo, fortalecimento da Fé e comunhão com Deus e com os irmãos. Isso é o mais importante!


Leia mais

Dificuldades e desafios da Escola Bíblica
As igrejas são seguidoras de mercado e tendências

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!